quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012 04:03h Atualizado em 27 de Dezembro de 2012 às 04:04h. Erik Ullysses

Homem é espancado até a morte no bairro Santos Dumont. Homicídio é o 39°

Três homens, sendo dois menores de idade, atingiram a vítima com barras de ferro, facadas e ainda passaram com o carro por cima do corpo.

Divinópolis registrou na manhã de ontem o seu 39° assassinato a poucos dias do fim de 2012. Dessa vez o crime teve requintes de crueldades, com a vítima tendo sido atingida com barras de ferro, esfaqueado e atropelado. O assassinato aconteceu no bairro Santos Dumont, Rua Caio Notini. No final da manhã a PM já havia encontrado os três responsáveis pelo assassinato.
De acordo com a Polícia Militar, Reginaldo Vilela, 34 anos, foi abordado pelos agressores por volta das 06 horas da manhã. O homem que era natural de Divinópolis foi agredido na cabeça, recebeu facadas no tórax e braços e em seguida foi atropelado. Ele chegou a ser socorrido por uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros e levado para o Pronto Socorre de Divinópolis, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer no hospital.
Ainda segundo a Polícia Militar, Reginaldo Vilela tinha algumas passagens pela Polícia. Em 2007 o homem havia sido preso por dirigir sem habilitação. Já este ano ele teve uma passagem em janeiro por atrito verbal com a esposa e por duas vezes foi fichado por agressão à mulher e ao filho. Em junho deste ano Reginaldo foi vítima de ameaças feitas por uma cunhada.
Moradores contaram que a mãe da vítima morava em uma casa na rua onde ocorreu o homicídio. Segundo eles, Reginaldo havia se separado da mulher há cerca de cinco dias, mas não souberam dizer se lê havia voltado a morar na residência da mãe. Os vizinhos afirmaram ainda que Reginaldo estava sofrendo constantes ameaças de morte da família da ex-esposa.
Segundo a PM, as informações dão conta de que seriam três os agressores de Reginaldo Vilela, que utilizaram uma barra de ferro e possivelmente uma faca. O carro, que também foi utilizado como arma para matar o homem, era uma Parati vermelha e que estava com a placa encoberta.
Ainda na parte da manhã policiais militares procederam o rastreamento em busca dos autores, tendo obtido êxito ao encontrar e prender os autores no final da manhã. A prisão foi feita no cruzamento entre as ruas Estados Unidos e Bom Jardim, bairro Sagrada Família. Com os três foram apreendidos dois pés de cabra. Wladimir Elianay Salgado, de 46, também chamado de “pescador”, cumpria pena em são Paulo por homicídio, tendo ocorrido a progressão da pena para regime aberto. Os outros dois autores são menores de idade, um com 15 anos e outro de 14 anos, que já possuía passagem pela polícia por agressão. A Parati vermelha foi apreendida e os três indivíduos levados para a Delegacia da Polícia Civil.

Foto: 39° assassinato (8) ou 39° assassinato (13) ou 39° assassinato (2)
Legenda: Homicídio ocorreu na manhã de ontem no Santos Dumont. De acordo com moradores o homem havia se separado recentemente da mulher e estava recebendo ameaças constantes de familiares da ex-esposa

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.