sexta-feira, 1 de Abril de 2016 11:08h

Homem é executado dentro de loja

Um homem, de 47 anos, foi morto a tiros na noite desta quarta-feira, no Povoado de Capão, zona rural de Nova Serrana

Ele estava em uma loja de “Topa Tudo”, da qual é dono, quando foi executado.
De acordo com informações da Polícia Militar, uma testemunha contou que estava no local, juntamente com Valdete Lopes Cordeiro, quando chegou ao local um suspeito armado e usando capacete, ordenando que ela deitasse no chão e, logo em seguida, foi até a vítima e disparou várias vezes.
O suspeito fugiu em uma motocicleta, na companhia de um comparsa, que o aguardava do lado de fora. A perícia foi acionada e constatou quatro perfurações na cabeça de Valdete. Após os trabalhos, o corpo foi liberado para a funerária.
A vítima possuía passagens por lesão corporal e ocorrência de trânsito. A motivação e autoria do crime ainda são desconhecidas.

 

 

Papagaios
Nesta quarta-feira, um homem, de 41 anos, foi encontrado morto em uma estrada vicinal na zona rural de Papagaios. De acordo com a Polícia Militar, o corpo foi encontrado por uma pessoa que passava pelo local e estava com o rosto desfigurado. A perícia foi acionada e constatou que a vítima foi morta a tiros, possivelmente calibre 12.
O homem tinha várias passagens por furtos de gado e roubos a fazendas. Ele ainda era suspeito de ser integrante de uma quadrilha envolvida com tráfico de drogas e homicídios. Em junho do ano passado, o homem foi vítima de atentado quando estava com a namorada, de 17 anos, e a sogra, de 45 anos. Vários disparos foram feitos contra um carro em que as vítimas estavam.
A adolescente foi atingida na cabeça e socorrida por uma ambulância. Ela foi levada para um hospital em Pará de Minas, mas morreu.
Foto: homicídio Papagaios
Legenda: No ano passado, o carro que a vítima estava, juntamente com a namorada e a sogra, foi alvo de vários disparos de arma de fogo. A namorada dele, de 17 anos, foi atingida na cabeça e morreu.

 


Créditos: Arquivo GO

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.