quarta-feira, 6 de Março de 2013 05:54h Erik Ullysses

Homem é preso em Itaúna no momento em que tentava roubar templo religioso

Policiais Militares receberam denúncias anônimas informando que um homem teria arrombado um templo espírita. Homem já possuía passagens pela polícia e iria trocar objetos por entorpecentes

Durante a madrugada de domingo a Polícia Militar de Itaúna foi acionada em um templo espírita, situado na rua Professora Maria Linda, bairro residencial São Geraldo, onde denúncias anônimas informavam que o local havia sido arrombado e que um homem estaria roubando vários materiais.
Quando chegaram ao local, os policiais observaram que a cerca e o cadeado estavam danificados, além de terem constatado alguns gêneros alimentícios atrás de um vaso de plantas e que havia movimentação no interior do templo. Diante dos fatos foi feito um cerco no local e logo em seguida contato com o responsável pelo templo, que abriu a porta de acesso. Os militares realizaram uma averiguação e encontraram um indivíduo escondido dentro de uma dispensa que ficava abaixo de uma prateleira. Quando percebeu que havia sido encontrado ele reagiu a ação dos policias, mas foi contido.
O homem foi identificado como C.A.S, de 28 anos, um indivíduo já conhecido no meio policial. Os militares também apuraram que quando o autor percebeu a chegada da PM, arrancou um extintor de incêndio que estava na parede e um cavalete, e ainda chegou a danificar uma grade por onde tentou fugir. Também foi encontrada no local uma ferramenta pesada (soquete de ferro), que havia sido utilizada pelo autor para quebrar a janela do templo e tentar arrombar um cadeado que dava acesso a uma sala onde ficavam os objetos de maior valor.
O autor havia sido liberado há pouco tempo do presídio e contou para os militares que tentou roubar o templo espírita para trocar os objetos por drogas. Ele foi preso em flagrante delito e conduzido para a Delegacia da Polícia Civil.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.