terça-feira, 13 de Novembro de 2012 04:31h Erik Ulysses

Homem mata e enterra corpo da própria companheira em Lagoa da Prata

Na tarde do último domingo, dia 11, um homem de 51 anos foi até a Delegacia de Lagoa da Prata para confessar que havia assassinado a própria companheira e enterrado o seu corpo. O crime teria ocorrido após o homem ter descoberto que ela manteria relações extraconjugais.

 


J.B.C compareceu na Depol por volta de 14h55 onde afirmou que matou Marli Aparecida de Jesus, de 51 anos, com golpes de barra de ferro Um homem de 51 anos, morador do bairro Marília em Lagoa da Prata, compareceu na Delegacia, no último domingo, por volta de 14:55 horas e confessou que matou sua companheira, Marli aparecida de Jesus, de 51 anos, com golpes de barra de ferro.

 


J.B.C indicou para a Polícia aonde teria enterrado o corpo. A Polícia foi então até a sua casa e encontrou a vítima enterrada no quintal. A mulher tinha ferimentos na cabeça, os quais, segundo o autor, teriam sido provocados por uma barra de erro que ele teria desferido por várias vezes contra a cabeça da vítima. Essas lesões provavelmente levaram Marli ao óbito.

 


A perícia técnica foi até o local, onde após realizar os trabalhos, liberou o corpo para a funerária. A barra de ferro utilizada para matar Marli Aparecida foi localizada no quintal da casa. O autor foi conduzido para a Delegacia regional de Bom Despacho.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.