quarta-feira, 22 de Abril de 2015 10:07h Atualizado em 22 de Abril de 2015 às 10:12h. Carina Lelles

Homem morre após ser baleado em Divinópolis

Outro homem também foi atingido pelos disparos, mas não corre risco de morrer. Em Piumhi também foi registrado um homicídio e em Nova Serrana um jovem e uma mulher foram baleados

Na manhã de sábado, Divinópolis registrou o sétimo homicídio do ano, o segundo em 24 horas. Um homem de 29 anos foi baleado, juntamente com um amigo, de 35 anos, quando saiam de um bar no bairro Padre. O mais novo não resistiu aos ferimentos, o outro foi atingido no braço.
De acordo com a Polícia Militar (PM), Cristiano Pereira Gontijo, de 29 anos, e Nilson Guimarães Paulino, de 35, estavam saindo de um bar na Rua Santa Clara, na madrugada de sábado, quando dois indivíduos desconhecidos se aproximaram em uma motocicleta. O garupa sacou a arma e atirou diversas vezes contra as vítimas e fugiram.
Nilson foi atingido no braço e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) por populares. Ele foi medicado e liberado na tarde de sábado. Já Cristiano foi atingido no peito e levado pela unidade de resgate do Corpo de Bombeiros para a UPA, passou por cirurgia, mas morreu durante a manhã de sábado.
De acordo com policiais militares, Cristiano tem passagens por furto, porte ilegal de arma e tráfico. A vítima que sobreviveu não soube dizer aos policiais mais informações sobre os atiradores e nem a possível causa do atentado.

 

Briga em família
Também no sábado, a Polícia Militar registrou outro homicídio, desta vez na zona rural de Piumhi. De acordo com informações de testemunhas, um jovem de 22 anos matou o primo, de 29, a facadas.
O crime teria ocorrido após a vítima brigar com a esposa e dar um tapa na cara dela. O suspeito, que além de primo é sobrinho da esposa da vítima, não gostou da atitude, pegou uma faca e golpeou a vítima seis vezes.
Após o fato, o suspeito fugiu em uma motocicleta e não foi mais localizado. Uma Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros chegou a ir ao local, mas a vítima já estava morta.

 

Tiro e bala perdida
No bairro Santo Antônio, em Nova Serrana, duas pessoas foram baleadas, também no sábado. De acordo com a Polícia Militar, Felipe de Sousa Soares, de 25 anos, foi surpreendido por seis indivíduos armados que efetuaram diversos disparos contra ele.
O jovem foi atingido no braço e nas costas e foi socorrido por uma Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros, sendo levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Foram constatadas cerca de 40 marcas de chumbo nas costas, mas, de acordo com o médico, os projéteis não entraram totalmente no corpo da vítima, que não corre risco de morrer.
Durante o registro da ocorrência, populares entregaram aos policiais quatro cápsulas de pistola 765, provável o calibre utilizado no crime. Uma jovem de 26 anos também procurou a polícia e disse ter sido atingida de raspão na perna por uma bala perdida durante o tiroteio.
Segundo a PM, Felipe possui passagens por tráfico de drogas, furto, roubo e porte ilegal de arma. Denúncias anônimas relatam que o jovem trafica drogas na casa onde mora, em Nova Serrana.

 

Agressão e tiros
Na tarde de domingo, um homem foi baleado após agredir o suposto namorado da ex-esposa, no bairro Itaunense, em Itaúna. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito contou que a vítima o estava ameaçando de morte através de um aplicativo de celular, alegando que ele estava tendo um relacionamento amoroso com a ex-esposa da vítima.
O suspeito ainda contou que chamou a vítima para ir até a sua casa para ter uma conversa amigável, mas que em certo momento a vítima, que é praticante de artes marciais, passou a lhe agredir fisicamente. Ainda de acordo com o suspeito, para se defender, pegou um revólver e disparou contra a vítima. O suspeito ainda acionou uma unidade do Samu, que socorreu a vítima, encaminhando-a consciente ao hospital.
O homem, atingido na barriga, passou por cirurgia e não corre risco de morrer. O suspeito também foi encaminhado ao hospital e, após atendimento médico, foi constatado que sofreu uma fissura no osso do rosto, corte no supercílio e hematomas nos olhos. Depois de medicado ele foi preso e encaminhado à delegacia.

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.