quarta-feira, 17 de Agosto de 2011 10:16h Natalia Santos

Homem que atropelou senhora no Porto Velho está solto

Aguilar José Ferreira responderá o processo em liberdade

Diferente do que muitos imaginavam Aguilar José Ferreira, 48 anos, está solto mesmo com o mandado de prisão por atropelar uma senhora e um motoqueiro no dia 13 de junho no bairro Porto Velho. Devido ao ferimento grave, Aguilar foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, levado para o Pronto Socorro Regional, onde ficou a espera de uma vaga no Hospital são João de Deus (HSJD) para ser operado. No último dia 02 de agosto, Aguilar foi liberado do hospital, dias após ter realizado operação. Ele responderá pelo caso em liberdade.

 

De acordo com informações da Polícia Civil, o causador do atropelamento foi autuado no dia do acidente dentro do PSR. Durante os dias que aguardava cirurgia, ficou sobre vigilância de agentes policiais. Após alta do hospital, conseguiu uma liminar para responder o caso em liberdade. 

 

Relembre

 

De acordo com testemunhas, o veículo VW Parati, placa GTZ-8887, de Oliveira/MG, conduzido por Aguilar José Ferreira, 48 anos, descia a rua Goiás em alta velocidade, em direção ao centro. Na entrada da ponte que liga o bairro ao centro da cidade, o motorista da Parati ultrapassou um ônibus coletivo pelo lado direito da via e atropelou Edith Gonçalves Dias, 57 anos. Testemunhas disseram que a vítima estava com um pé na calçada e o outro na pista  no momento em que foi atingida pelo automóvel, que a arrastou por alguns metros, antes que ela viesse a cair junto à mureta de proteção existente na ponte.



Em seguida o motorista, que não prestou socorro à vitima, teria acelerado e já do outro lado da ponte, colidiu com a motocicleta conduzida por Demétrio Contins Fernandes, 33 anos, que seguia na mesma direção. Posteriormente, Aguilar chocou-se contra um poste. O condutor do veículo ficou preso às ferragens e teve que ser retirado pelos bombeiros, sendo constatada fratura no fêmur e algumas escoriações. A vítima do atropelamento Edith Gonçalves não resistiu aos ferimentos e faleceu ainda no local do acidente. Houve uma grande aglomeração de pessoas no local, inclusive parentes das vítimas , que estavam em estado de choque.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.