quinta-feira, 17 de Dezembro de 2015 10:03h Atualizado em 17 de Dezembro de 2015 às 10:07h.

Homem que decapitou vítima é condenado a 16 anos de prisão

Homem que decapitou vítima é condenado a 16 anos de prisão

Após sete horas de julgamento, Osvaldo Cassiano Rodrigues foi condenado a 16 anos de prisão pela morte de Lucian Aguiar Ferreira, em abril deste ano, em Itaúna. O réu ficará em regime fechado por homicídio duplamente qualificado.
O júri, composto por 17 representantes da sociedade, foi unânime na decisão. O julgamento teve início às 8h, no Fórum da cidade, e foi acompanhado por familiares da vítima. Do lado de foram uma multidão aguardava a sentença, que foi lida pelo juiz às 15h.
Osvaldo armou uma emboscada para a vítima no dia 10 de abril. De acordo com as investigações da Polícia Civil, o acusado ligou para Lucian e disse que o pneu do carro havia furado próximo à comunidade de Arrudas, na zona rural de Itaúna.
Quando a vítima chegou para ajudar, Osvaldo pegou uma foice e desferiu vários golpes, causando inclusive a decapitação de Lucian, que tinha 26 anos. Após o crime, o acusado, que não possuía passagens criminais, fugiu e foi localizado dias depois e preso na comunidade rural de Brechó Alegre.
A vítima era gerente de um posto de combustíveis às margens da MG-431 e genro do proprietário de uma rede de postos de combustíveis. Osvaldo era caseiro do sítio do empresário e a Polícia Civil chegou até ele após encontrar roupas com manchas de sangue, além disso, a foice utilizada no crime era de propriedade do caseiro.
Na época, Osvaldo não confessou o crime e nem disse o que teria motivado tanta brutalidade, mas acredita-se que o acusado era apaixonado pela noiva da vítima e, por isso, tenha cometido o crime.

 

Créditos: Rádio Santana FM

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.