terça-feira, 20 de Janeiro de 2015 09:22h

Homicídios são registrados em Pará de Minas e Itaúna

Dois jovens foram mortos a tiros neste fim de semana. Os crimes aconteceram em Pará de Minas e Itaúna

Com as duas vítimas foram encontradas pedras de crack e os crimes podem ter sido motivados por acerto de contas.
Na madrugada desse domingo, a Polícia Militar foi acionada na Rua Itaquera, bairro Providência, em Pará de Minas. No local, Henrique Ferreira Alves, de 21 anos, estava caído no chão com perfurações no corpo.
O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas o jovem já estava sem vida. De acordo com a Perícia da Polícia Civil, Henrique foi morto com pelo menos dois tiros. Próximo ao corpo foram encontrados dois projéteis de arma de fogo e uma pedra de crack.
O pai da vítima, de 41 anos, disse aos policiais militares que na sexta-feira o filho foi agredido por duas pessoas, ele presenciou a cena e conseguiu livrar o rapaz. Um dia depois, os agressores estiveram perto da casa da família e falaram que matariam Henrique.
O pai acredita que a dupla seja a responsável pelo assassinato do jovem. Policiais militares fizeram rastreamento, porém, não localizaram os suspeitos apontados pelo pai da vítima.

 

Itaúna
Populares acionaram a Polícia Militar na noite de sexta-feira e informaram que havia uma pessoa ferida por disparos de arma de fogo na Rua Ana de Faria Dornas no bairro Morada Nova, em Itaúna. No local os policiais se depararam com uma equipe do Samu, que constatou o óbito de Bruno Felipe Florisbelo, de 19 anos.
Após análise do perito criminal, foi verificado que a vítima apresentava três perfurações provenientes de arma de fogo. No bolso da vítima foram encontradas dez pedras de crack. A mãe da vítima afirmou que Bruno estava fora de casa há muitos dias e não sabia onde ele estava nem se ele estava sendo ameaçado.

 

Crédito: Divulgação

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.