quinta-feira, 8 de Novembro de 2012 11:52h Gazeta do Oeste

Imagens de câmeras de segurança podem ajudar a identificar assassino de universitário em BH

A Polícia Civil vai analisar as imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos próximo ao cruzamento da Rua Major Delfino com Avenida Presidente Antônio Carlos, no Bairro São Francisco, na Região da Pampulha, para tentar identificar os assassinos do universitário Matheus Pio Assunção de Almeida, de 26 anos. O jovem foi morto quando voltava da faculdade. A principal suspeita para a motivação do crime é de briga de trânsito.

As investigações sobre o caso ficarão a cargo da delegada Juliane Emiko, da delegacia de Homicídios de Venda Nova. Um inquérito deve ser instaurado nos próximos dias e testemunhas convocadas a depor. Até as 15h30, nenhum suspeito do crime havia sido preso pela polícia. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu por volta das 22h30 de quarta-feira, quando o universitário saiu de um faculdade da região. Testemunhas informaram que um carro prata parou ao lado do veículo no sinal do cruzamento entre a Major Delfino e Avenida Presidente Antônio Carlos. Um dos ocupantes do carro atirou contra Matheus, que foi atingido no ombro. O tiro transfixou e acertou o coração do jovem. Ele chegou a ser socorrido por militares do Corpo de Bombeiros do 3º Batalhão, que fica bem perto do local do crime, mas morreu ao dar entrada no Hospital Odilon Behrens.

A motivação do crime ainda é desconhecida, mas a polícia desconfia de briga de trânsito. Um motorista de ônibus que presenciou o crime disse que Matheus discutiu com o motorista do outro carro, onde estava o atirador. Ainda não há pistas do veículo, que deixou o local em alta velocidade. O universitário não tinha ficha criminal o que, segundo a polícia, reforça a possibilidade de briga de trânsito.

O tio de Matheus, Arnoldo Melo Rocha, foi ao local do assassinato e ficou chocado com a violência. Segundo ele, a mãe do jovem estava totalmente transtornada com a notícia da morte do filho. 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.