segunda-feira, 25 de Maio de 2015 13:44h

Inaugurado Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas com atendimento 24 horas

O prefeito Vladimir Azevedo, na companhia do secretário municipal de saúde, David Maia, e do secretário Adjunto Antidrogas e Direitos Humanos, Luiz Militão, realizou a entrega oficial do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD)

O centro tem capacidade para atender até 45 pacientes e funcionará 24 horas. O CAPS AD vai promover políticas públicas que colaborem com a saúde das pessoas assistidas e também estimular o resgate da cidadania, por meio da melhora da alta estima.
“O CAPS AD passa a ser um serviço fundamental, em todos os sentidos. No sentido da recuperação das pessoas, das famílias uma vez que irá apoiá-las e ajudá-las a resolver este problema das drogas. Além do mais, os trabalhos do CAPS AD irão refletir na segurança pública”, pontuou o prefeito.

Para Vladimir, o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas, soma a outros serviços que já existem no município. Compondo, assim, um núcleo importante de atendimento aos dependentes de álcool e drogas e as suas famílias.
“Temos, neste mesmo espaço, a casa de acolhimento de moradores de rua e o próprio Sersam que somando com o CAPS AD formam este complexo que dará um novo aparelhamento e uma nova estrutura a saúde pública em Divinópolis, em especial a este público alvo”, explica Vladimir.

Durante a sua fala o secretário municipal de saúde, David Maia, fez questão de destacar a importância do papel da equipe que passa a compor o CAPS AD. Ao acessar este serviço, a população contará com assistentes sociais, enfermeiros, fisioterapeuta, médico clínico geral e médico psiquiatra, psicólogos, técnicos em enfermagem, terapeutas ocupacionais, além da equipe de apoio.
“O Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas é um dos componentes do sistema. O tratamento dos casos de álcool e drogas envolve outros atores e talvez o principal deles, no tratamento, seja a família. O tratamento começa dentro da casa de cada um de nós. A partir daí as famílias necessitam ser amparadas pela saúde, pela assistência social, pelas casas de recuperação, pelos hospitais psiquiátricos, pela Polícia Militar, Polícia Civil e comunidade. É luta difícil e que requer muita paciência. Mas nossa equipe foi bem capacitada e está pronta à auxiliar aqueles que querem se ver livres do vício”, diz David Maia.

Para viabilizar o CAPS AD foram aplicados, aproximadamente, R$ 600 mil em recursos do Governo Federal, Estadual e Municipal. Os serviços do CAPS AD estarão abertos a toda a comunidade. “Este serviço funcionará 24h e a porta de entrada do CAPS AD vai ser através das unidades básica de saúde”, esclarece a diretora de Saúde Mental da Semusa, Elzi Aparecida.

Participaram da solenidade de inauguração, o vice-prefeito, Rodrigo Resende; o deputado federal, Domingos Sávio; secretário municipal de Desenvolvimento Social, Paulo dos Prazeres; secretário municipal de Agronegócios, Paulo Marius. Também compareceram ao evento, os vereadores Rodrigo Kaboja, Adilson Quadros, José Wilson (Piriquito), Edmilson Andrade, Rodyson Kristnamurti, Marquinho Clementino.


Crédito das Fotos: Antônio Carlos

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.