terça-feira, 20 de Maio de 2014 05:22h

Incêndio destrói fábrica de calçados em São Gonçalo do Pará

As chamas foram controladas após onze horas de trabalho dos Bombeiros.

Um amontoado de cinzas foi isso que restou de um depósito de borracha de uma empresa de calçado localizada em São Gonçalo do Pará. Foram cerca de onze horas no combate às chamas que começou na madrugada de sábado (17).
Os bombeiros de Nova Serrana foram acionados e compareceram ao à uma fábrica de calçados de São Gonçalo. Segundo o Corpo de Bombeiros, as chamas estavam altas e já atingiam grandes proporções. Foram vários os dificultadores no combate às chamas. “Além da fumaça e do calor, o que dificultou muito o combate é que esse incêndio foi de grandes proporções. Outro ponto foi o material da fábrica, a maioria era de componentes derivados de borracha”, explicou o tenente do Corpo de Bombeiros, Tales Gustavo de Oliveira Costa.
O fogo começou em um depósito de borracha da própria empresa e atingiu uma área de mais de 300 m². As causas do incêndio ainda são desconhecidas e não há registro de vítimas no local.
O incêndio foi completamente apagado depois de onze horas de trabalho dos homens do Corpo de Bombeiros. A perícia de Pará de Minas também esteve no local que armazenava quase 20 toneladas de borracha, um veículo e um dos equipamentos usados na fabricação de calçados. Tudo foi consumido pelo fogo.
Três equipes dos bombeiros estiveram no local para conter o fogo. Segundo o proprietário da fábrica, Pedro Gomes, a empresa tem 380 funcionários e ninguém estava no local no momento. "Recebi uma ligação de uma funcionária vizinha da fábrica às 5h. Ela ouviu um estrondo muito alto e quando verificou o fogo já tinha tomado uma proporção muito grande. Fomos para o local, mas o fogo já estava incontrolável", lamentou o empresário.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.