terça-feira, 24 de Novembro de 2015 09:12h Atualizado em 24 de Novembro de 2015 às 09:16h. Jotha Lee

Índice de roubos consumados em Divinópolis cresce mais de 63% em outubro

A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) divulgou ontem as estatísticas criminais no Estado relativas ao mês de outubro

De acordo com o levantamento, o número de homicídios consumados subiu em Minas (13,98%) e em Belo Horizonte (8,16%), em relação a igual mês de 2014. Já os homicídios tentados caíram no Estado (5,02%) e aumentaram na capital (23,64%).
Os registros de roubo consumado cresceram em outubro de 2015. A alta foi de 24,27% no Estado e de 29,03% em Belo Horizonte. Movimento inverso foi observado nas ocorrências de extorsão mediante sequestro: quedas de 16,67% em Minas e de 75% na capital.
Os números para Divinópolis não são favoráveis. Embora em outubro tenha ocorrido apenas um homicídio, contra 8 em setembro, o que chamou a atenção foi a elevada escalada de aumento no número de roubos, ação na qual a vitima é submetida a violência. Segundo o relatório da Seds, em outubro foram registrados 218 roubos na cidade, contra 133 em setembro, o que significa aumento de 63,9%. Esse foi o maior índice de roubos em um único mês registrado esse ano em Divinópolis. O segundo maior índice ocorreu em junho, com 205 ocorrências.
Segundo os dados da Secretaria de Estado de Defesa Social, de janeiro a outubro foram registrados 1.399 roubos em Divinópolis. Isso dá uma média mensal de 139,9 ocorrências. Esse dado mostra que em outubro, a situação se agravou muito, já que os 218 roubos confirmados, indicam que os registros do mês ficaram 56,5% acima da média mensal.
Embora tenha sido registrado apenas um homicídio em outubro, os números de pessoas assassinadas esse ano também mostram que a cidade precisa mais segurança. De Janeiro a outubro, 29 pessoas foram assassinadas em Divinópolis e o mês mais violento foi agosto com o registro de seis crimes.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.