segunda-feira, 3 de Setembro de 2012 10:55h Gazeta do Oeste

Infrator desamparado em Minas volta ao crime após os 18 anos

“Enxugar gelo”. É assim que funcionários das unidades de internação de adolescentes infratores de Minas definem o próprio trabalho. As instituições abrigam 1.231 jovens que cometeram delitos. A privação da liberdade, porém, não garante a recuperação de quem enveredou pelos descaminhos da vida.

 

 


“Acontece o contrário. De cada dez adultos presos, sete já cumpriram medida socioeducativa enquanto menores de idade”, diz o diretor do Sindicato dos Servidores do Sistema Socioeducativo de Minas Gerais (Sindsisemg), Alex Batista Gomes.

 


Segundo ele, condições básicas de higiene, saúde e educação são oferecidas aos infratores acautelados, que têm idade entre 15 e 17 anos. “Há também cursos profissionalizantes, de arte e de cultura”.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.