terça-feira, 26 de Maio de 2015 10:50h Atualizado em 26 de Maio de 2015 às 10:51h. Carina Lelles

Jovem é assassinado com mais de 40 tiros em Itapecerica

Nove pessoas foram detidas suspeitas do crime, entre elas a ex-companheira da vítima

Sete homens e uma mulher foram presos, e uma adolescente apreendida, na madrugada de ontem (25) suspeitos de matar um jovem, de 25 anos, em Itapecerica. O jovem foi alvejado por mais de 40 disparos de pistola 380.
De acordo com a Polícia Militar, testemunhas contaram que na noite deste domingo (24) uma caminhonete parou na porta da casa do jovem, os ocupantes o chamaram e ao abrir o portão, foi surpreendido pelos disparos. A vítima, que tem passagens por homicídio, tráfico de drogas, roubo e era ex-presidiário, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Em rastreamento, os militares receberam informações de que os suspeitos estariam em um sítio na comunidade de Santo Antônio, as margens da MG-260, zona rural da cidade. Os militares fizeram o cerco e conseguiram prender sete homens e uma mulher, além de apreender uma adolescente.
Após buscas no imóvel, os militares localizaram duas pistolas 380, um revólver calibre 38, uma réplica de uma HK-47, 37 munições calibre 38 e 380 intactas, duas cápsulas deflagradas, um colete balístico, dois carregadores de pistola 380, R$ 159,00 em dinheiro, um frasco contendo chumbinho, sete celulares, uma touca ninja. No local os militares ainda apreenderam dois carros, um deles é a caminhonete usada no crime.
A mulher presa é ex-companheira da vítima e de acordo com a Polícia Militar, a suspeita é que ela seja a mandante do crime já que foram registradas várias ocorrências de ameaça entre a vítima e a ex-companheira.
O atual namorado da suspeita e o pai dele, também estão entre os presos suspeitos do homicídio. Todos foram encaminhados para a Delegacia junto com todo o material apreendido. Ainda de acordo com a Polícia Militar, um dos suspeitos ofereceu propina para os militares para que não fossem presos.

Bom Despacho
Em Bom despacho os homicídios tem assustado a população. De quinta (21) até sábado (23) foram registrados três mortes na cidade. Na quinta, como noticiamos, dois jovens foram baleados enquanto caminhavam na rua. Um deles não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada no Pronto Atendimento Municipal (PAM). Nenhum suspeito foi preso.
Na sexta-feira (23), um jovem, de 22 anos, foi morto a tiros. De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima foi encontrada próximo ao portão de casa, na Rua José Fatal, no Bairro Ana Rosa, por um amigo que ia visitá-lo.
O jovem, que tem passagens por tráfico de drogas, foi atingido por três disparos e morreu no local. Ainda de acordo com a Polícia Militar, pouco antes do homicídio, a vítima encontrava-se na Rua Curitiba, quando recebeu uma ligação telefônica e, em seguida, despediu-se rapidamente e foi embora. Nenhum suspeito foi preso.
No sábado, um homem, de 26 anos, também foi morto a tiros. O crime aconteceu na Rua José Vilaça, no Conjunto Habitacional Geraldo sabiá. De acordo com a Polícia Militar, uma testemunha contou que a vítima passou por ela correndo e logo atrás vinha um indivíduo com uma arma de fogo em punho que efetuou cerca de cinco disparos contra a vítima.
O homem foi atingido por dois disparos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Nenhum, suspeito foi preso.

Nova Serrana
Em Nova Serrana, um jovem, de 22 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo no bairro Vila André de Freitas, próximo a Delegacia, na noite deste domingo (24). De acordo com a vítima, ela estava andando pela rua quando foi abordada por dois indivíduos que chegaram em uma motocicleta.
Os suspeitos dispararam contra a vítima e fugiram logo em seguida. O jovem foi atingido por um disparo na região lombar e foi socorrido por uma Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e não corre o risco de morrer. Nenhum suspeito foi preso.

 

Crédito: Divulgação PM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.