quarta-feira, 11 de Novembro de 2015 09:05h Atualizado em 11 de Novembro de 2015 às 09:16h. Carina Lelles

Jovem é feito de “escudo” e morre baleado

O homem, que se escondeu atrás da vítima, também foi baleado, ao levar o jovem para a UPA

No início da manhã de ontem, um jovem, de 24 anos, morreu baleado, após ser feito de “escudo humano” por um homem, de 53 anos. O homem chegou a socorrer a vítima até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas ela não resistiu. Ao sair da Unidade de saúde, o homem também foi baleado.
O crime ocorreu no bairro Jardim Copacabana, em Divinópolis. De acordo com a Polícia Militar, Kelverson da Silva Ferreira, de 24 anos, estava próximo de casa, quando se aproximaram dois indivíduos encapuzados e atiraram contra a vítima. O jovem ainda correu por alguns metros, mas caiu e foi socorrido por José Mario da Silva, de 53 anos, e levado para a UPA, onde já deu entrada sem vida.
Ao deixar a unidade de saúde e se aproximar do carro, segundo testemunhas, dois indivíduos se aproximaram dele e atiraram. O homem correu alguns metros, caiu e foi levado para a UPA e, de lá, transferido para o Hospital São João de Deus, onde passou por cirurgia. Ele foi atingido no braço, coxa e costas.

 

 

Outra versão

A reportagem do Gazeta do Oeste esteve na UPA, onde estavam muitos familiares, inclusive a esposa do jovem morto, que passou mal e precisou ser medicada. No local, os parentes contaram que Kelverson, que não possui passagens pela Polícia, estava saindo para trabalhar, quando os bandidos se aproximaram de José Mário. Ao perceber que seria baleado, o homem se escondeu atrás da vítima, o fazendo de “escudo humano”.
José Mário, que possui passagens pela Polícia por dois homicídios e por tráfico de drogas, é apontado como o alvo principal pelos familiares, que estavam revoltados com a morte do jovem.
O caso será investigado pela Polícia Civil e nenhum suspeito foi identificado.

 

Créditos: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.