sexta-feira, 26 de Agosto de 2016 16:46h Atualizado em 26 de Agosto de 2016 às 16:59h. Carina Lelles

Jovem é preso pela segunda vez na semana

Ele e mais três pessoas são suspeitas do tiroteio no bairro Niterói no domingo e de homicídios ocorridos na cidade

POR CARINA LELLES

carina.lelles@gazetaoeste.com.br

 

Na tarde desta quarta-feira, a Polícia Militar prendeu Luiz Henrique Antônio Pereira, de 18 anos. É a segunda vez que ele é preso nesta semana. O jovem estava na companhia de outras três pessoas, que também foram detidas.

De acordo com a Polícia Militar, denúncias apontavam que Luiz, Rogério de Sousa Couto, de 25 anos, e dois adolescentes, de 16 e 17 anos, são autores de homicídios ocorridos em Divinópolis e envolvidos em disputa de pontos de venda de drogas, entre outros crimes.
As denúncias apontavam ainda que a quadrilha estava em um carro de cor verde e armada. Além disso, as acusões informavam que eles estariam em uma casa na Rua Thomé de Souza, no bairro Porto Velho.

Foi montada campana e os militares viram os quatro suspeitos entrarem na casa e saírem posteriormente. A quadrilha foi abordada e, em busca na casa, foi encontrada uma pistola calibre 380 com carregador, R$343 em dinheiro e três celulares de procedência duvidosa.

Os quatro suspeitos foram levados para a Delegacia. O veículo foi removido para o pátio credenciado ao Detran.

 

PRESO NOVAMENTE

 

Na noite de domingo, Luiz foi preso, acusado de ser um dos autores do tiroteio ocorrido no bairro Niterói. Segundo denúncias, os suspeitos passaram em duas motocicletas atirando. Em rastreamento, os militares encontraram com dois suspeitos, com as mesmas características das denúncias, em uma motocicleta no bairro Porto Velho.
Foi dada ordem de parada, mas o condutor não obedeceu e fugiu. Os militares viram quando o motociclista entrou com o veículo em uma casa no bairro Interlagos. No local, os suspeitos não foram localizados, mas a motocicleta foi apreendida.

Na garagem da casa, ainda havia outra motocicleta, que constava queixa de roubo. O veículo foi apreendido e Rafaela Andalecio Montezuma, de 19 anos, que estava na casa e é parente de um dos adolescentes apreendidos nesta quarta-feira, foi presa.

Durante o registro da ocorrência, Luiz compareceu à Delegacia e contou que comprou a motocicleta encontrada na casa por R$8 mil e também foi preso. Ele foi ouvido, liberado e preso novamente nesta quarta-feira.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.