sábado, 6 de Junho de 2015 04:12h

Jovem que trocou tiros com a PM na BR-494 é preso

A Polícia Militar (PM) conseguiu localizar e prender Kennedy Nunes da Silva, de 24 anos

Contra ele havia um mandado de prisão por homicídio ocorrido em Lavras e, além disso, em abordagem anterior, ele atirou contra os militares na BR-494.
De acordo com a PM, a prisão ocorreu durante as festividades do último fim de semana. Os policiais militares receberam informações de que Kennedy estaria no Parque de Exposições e realizaram um cerco. O jovem foi preso e levado para a delegacia sem apresentar resistência.
Em outras duas tentativas de prisão, Keneddy conseguiu fugir e em uma delas chegou a atirar contra os policiais. A primeira das fugas foi na MG-050. De acordo com a PM, Kennedy estava em um carro e quando os policiais deram ordem de parada ele fugiu em alta velocidade pela rodovia.
Ainda de acordo com a Polícia, durante a fuga ele entrou no bairro Tietê dirigindo em alta velocidade, colocando a vida de pedestres e outros motoristas em risco. Continuando a perseguição, o suspeito abandonou o veículo no bairro Campina Verde e entrou em um matagal, não sendo mais localizado. O carro foi apreendido e removido ao pátio credenciado ao Detran.
Dias depois, em uma segunda tentativa de abordagem, o suspeito estava na companhia de Kewem Hendryl Teixeira Araújo, 19 anos, dentro de um carro na BR-494 próximo ao “49”. A dupla, ao perceber a aproximação dos policiais, atirou e fugiu em alta velocidade. Os policiais revidaram os tiros e perseguiram os suspeitos. Ao se aproximarem da comunidade dos Teixeiras, os dois abandonaram o veículo e fugiram a pé por um matagal.
Foi feito rastreamento, inclusive com a ajuda do helicóptero da PM, e os policiais localizaram Kewem. Durante as buscas no interior no veículo, foram localizadas duas placas. Em continuação ao rastreamento, foi localizado outro carro. Os dois carros estavam com as placas trocadas e as placas verdadeiras foram encontradas, picotadas, dentro de um dos veículos.
Ainda de acordo com a PM, os carros foram tomados de assalto em Oliveira e Divinópolis. O suspeito preso confessou aos policiais que estava envolvido no crime e que estaria dando cobertura para fuga de Kennedy.
O suspeito contou o endereço de Kennedy e, em diligências, foram localizadas várias peças de roupas de marcas diversas, com etiquetas novas, as quais a esposa de Kennedy não soube informar a procedência.
Os policiais acreditam que as roupas seja produto de um roubo ocorrido dias antes em Oliveira.

 



Crédito: Divulgação PM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.