terça-feira, 24 de Fevereiro de 2015 11:19h Carina Lelles

Jovens são detidos após roubarem carro e trocarem tiros com a PM

Um dos presos saiu há poucos dias da prisão e é suspeito de envolvimento no atropelamento que resultou na morte de um policial militar em setembro de 2013

Na madrugada de sábado, a Polícia Militar (PM) prendeu dois jovens e apreendeu dois adolescentes suspeitos de terem roubado um carro em Santo Antônio dos Campos (Ermida). Na fuga, eles trocaram tiros com os policiais, mas ninguém ficou ferido.
De acordo com a PM, a vítima, de 27 anos, estava em uma festa no bairro Jardim Primavera, em Ermida, e ao sair do local para ir até o carro foi abordado por três indivíduos, dois deles armados, que anunciaram o assalto. Um quarto indivíduo estava próximo a uma esquina vigiando o local.
Mesmo sem reagir, a vítima foi agredida pelos assaltantes com socos no rosto e pontapés. Logo após as agressões, a quadrilha fugiu levando o carro da vítima e objetos pessoais. A Polícia Militar foi acionada e, no caminho do local para registrar a ocorrência, se deparou com o carro roubado pela rodovia que liga Divinópolis a Ermida.
Os policiais iniciaram a perseguição aos suspeitos que seguiram pela MG-050. Ainda de acordo com a PM, próximo ao bairro Quintino os suspeitos efetuaram três disparos em direção à viatura e os militares revidaram. O carro só foi interceptado próximo ao bairro Jardim Real.
Alguns dos ocupantes pularam do veículo em movimento e tentaram fugir, mas foram capturados pelos policiais. No carro, os policiais encontraram uma espingarda de pressão e quatro camisas que os suspeitos utilizaram para esconderem os rostos, além dos pertences da vítima. Uma segunda arma foi abandonada pelos suspeitos durante a fuga e não foi localizada pelos policiais.
No bolso de um deles foram encontradas duas buchas de maconha. Todos confessaram a participação no crime. Os dois adolescentes, de 16 e 17 anos, foram apreendidos. Aleff Ferreira Monteiro, de 18 anos, e Mike Lauro Teixeira, de 22 anos, foram presos.

 

Reincidente
De acordo com a Polícia Militar, Mike Lauro saiu do Presídio Floramar há cerca de uma semana. Entre outros crimes, ele teve envolvimento no atropelamento e morte do soldado da Polícia Militar Edgar Porfírio, em setembro de 2013.
O policial foi atropelado durante uma blitz de trânsito. Ao dar a ordem de parada, o condutor de uma caminhonete acelerou e atropelou o policial, que chegou a ficar internado por alguns dias, mas não resistiu aos ferimentos.
O carro era conduzido por Guilherme, que foi julgado e condenado. Em juízo, ele afirmou ter acelerado o veículo porque o passageiro estaria armado. Na época, o passageiro era menor de idade e Mike Lauro Teixeira, teria emprestado o veículo para a dupla.

 

Crédito: Divulgação PM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.