terça-feira, 19 de Maio de 2015 10:32h Atualizado em 19 de Maio de 2015 às 10:35h. Carina Lelles

Mais de 180 pedras de crack são apreendidas em operação da PM

No último sábado, a Polícia Militar de Divinópolis apreendeu mais de 180 pedras de crack e dois homens foram presos e um adolescente apreendido, próximo a linha férrea no bairro Niterói

O trio dividia a tarefa em “vendedor”, “olheiro” e “captador de dinheiro”.
De acordo com a Polícia Militar, militares planejaram e executaram a operação Antidrogas, após cerca de 45 minutos observando a movimentação no local. Os militares constataram que três indivíduos, com funções específicas praticavam o tráfico de drogas.
Segundo os militares, usuários se aproximavam de um dos suspeitos e encomendava a droga. Este suspeito ia até outro homem que se deslocava até as proximidades da linha férrea e pegava o entorpecente. Posteriormente, após a droga ser entregue e paga, um terceiro suspeito passava recolhendo o dinheiro.
O trio foi abordado e foi procedida a abordagem. Um adolescente, de 15 anos, foi apontado pelos militares como o suspeito que “encomendava” as drogas. Com ele os militares encontraram dez pedras de crack e R$ 50 em dinheiro.
Com Alessandro Ferreira, de 35 anos, apontado como “captador de dinheiro”, os militares encontraram R$ 1.120,00 em dinheiro. Jilmar dos Santos, de 45 anos, foi apontado como o “olheiro do tráfico”.
Diante da quantidade de dinheiro e usuários, que fugiram com a aproximação dos militares, foi solicitada a ajuda do cão farejador da PM, Thor, que encontrou, próximo ao local onde um dos suspeitos se deslocava para pegar a droga, mais pedras de crack, que ao todo foram mais de 180 apreendidas, além de sete tabletes de maconha.
Os dois homens foram presos e o adolescente apreendido. Eles foram levados para a delegacia juntamente com o material apreendido.

 

Crédito: Divulgação PM

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.