quarta-feira, 22 de Julho de 2015 10:07h Atualizado em 22 de Julho de 2015 às 10:08h.

Mais de seis toneladas de maconha são encontradas na zona rural

Na madrugada de ontem, uma operação da Polícia Federal, com o apoio das Polícias Militar e Civil, resultou na apreensão de 6,5 toneladas de maconha, que foram encontradas em um sítio na zona rural de Pará de Minas

Quatro pessoas foram presas e esta foi a maior apreensão da droga na região este ano.
De acordo com a Polícia Federal, as investigações tiveram início há cerca de dois meses, após receberem informações que um traficante de Pará de Minas aguardava grande quantidade de droga. O carregamento, segundo as denúncias, saiu do Mato Grosso do Sul, passaria pelo Triângulo Mineiro e seria entregue nesta segunda-feira em Pará de Minas.
Agentes federais se posicionaram nas imediações da cidade, esperando a chegada de um caminhão, que seria acompanhado por outro veículo. Por volta de meia-noite, os policiais identificaram um carro, com placas do interior de São Paulo, parado em um posto de combustível na entrada do município.
O motorista do automóvel, segundo os agentes, estava agitado e não parava de falar ao celular, o que gerou desconfiança nos policiais. O motorista foi abordado e foi constatado que ele possui passagens por tráfico de drogas. Ao ser questionado, entrou em contradições várias vezes sobre a presença dele no local.
Com apoio da Polícia Militar e da Polícia Civil de Pará de Minas, os policiais federais conseguiram identificar onde seria o destino da droga – um sítio localizado no Distrito de Córrego do Barro, zona Rural de Pará de Minas –e que o imóvel é de propriedade de um traficante da cidade.
As três forças policiais se deslocaram para o local. No imóvel, foram localizados dois homens, um deles irmão do motorista abordado. Em busca pelo imóvel, foram encontrados, dentro da casa do sítio, 107 tabletes de maconha pesando 40 quilos cada, totalizando 6,5 toneladas da droga.
O motorista e os dois homens foram presos. O dono do sítio foi preso em casa. Os quatro foram levados para a Delegacia da Polícia Federal em Belo Horizonte, juntamente com a carga e o veículo utilizado para o transporte.
A Polícia Federal não divulgou imagens, nomes ou idades dos suspeitos presos para não atrapalhar a continuação das investigações.

 

Crédito: Divulgação PF

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.