quinta-feira, 12 de Novembro de 2015 09:20h Atualizado em 12 de Novembro de 2015 às 09:22h. Carina Lelles

Mais duas pessoas são baleadas e uma morre em Divinópolis

Na noite desta terça-feira, mais duas pessoas foram baleadas em Divinópolis

O crime, que aconteceu no bairro Porto Velho, deixou um homem morto e o outro ferido. Os dois possuem passagens pela Polícia, mas ainda não se sabe a motivação do crime.
De acordo com a Polícia Militar, Tiago de Souza Maciel, de 32 anos, e Marco Aurélio de Sousa Epifânio, de 26 anos, estavam na Rua Epitáfio Pessoa, próximo ao estádio Waldemar Teixeira de Faria (Farião), quando foram surpreendidos por dois indivíduos armados, que atiraram contra eles.
Tiago foi alvejado nas costas e chegou a correr, mas caiu na Rua Gonçalves Dias. Ele foi socorrido por uma Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu ao ferimento e morreu.
Marco Aurélio foi alvejado no braço e na perna, e também foi encaminhado para a UPA. De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), a vítima sofreu fratura exposta no braço e foi transferida para o Hospital São João de Deus.
Ainda de acordo com a Polícia Militar, as duas vítimas possuem diversas passagens criminais, entre elas: tráfico de drogas, explosão de caixa eletrônico e envolvimento com falsificação de documentos.
Nenhum dos moradores do entorno onde ocorreu o crime quis falar com a Polícia Militar. No local, os militares encontraram, nos pertences de Tiago, dois documentos de carros, um celular e um cheque no valor de R$800. O carro da vítima foi removido para o pátio credenciado ao Detran.

 

Escudo humano
José Mário da Silva, de 53 anos, acusado pelos familiares de Kelverson da Silva Ferreira, de 24 anos, de tê-lo feito de “escudo humano” nesta terça-feira, como publicado com exclusividade na edição de ontem do Gazeta do Oeste, continua internado no Hospital São João de Deus. De acordo com informações da assessoria de comunicação da unidade, o homem já está no quarto e o quadro de saúde é estável.
José Mário foi baleado próximo a UPA, após socorrer Kelverson, que havia sido baleado no bairro Jardim Copacabana, até a unidade de saúde. Nenhum suspeito do crime foi localizado.

 

 

 

Créditos: Divulgação WhatsApp

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.