sexta-feira, 30 de Janeiro de 2015 11:17h Atualizado em 30 de Janeiro de 2015 às 11:21h.

Mais uma garota de programa é encontrada morta em Nova Serrana

O corpo de Sheila Martins de Souza foi encontrado, na manhã de ontem (29) em um lote no bairro Industrial, em Nova Serrana

A idade da vítima não foi revelada e a causa morte ainda está sendo apurada. Este é o segundo homicídio neste ano envolvendo garotas de programa.

De acordo com a Polícia Militar, populares os acionaram via 190 e disseram que havia um corpo de uma mulher caído em um lote na Avenida Minas Gerais, em uma região conhecida como zona boêmia de Nova Serrana.
No local, os militares encontraram o corpo vestido apenas com uma blusa. A perícia foi acionada e constatou ferimentos no rosto da vítima. Ainda de acordo com a Polícia Militar, próximo ao corpo havia um conjunto de chaves, pedaços de madeira sujos de sangue, um par de sandálias, uma calcinha e um colar (guia, geralmente utilizada por candomblecistas e/ou umbandistas).
Os militares ainda informaram que a vítima era garota de programa e morava sozinha. Na casa dela foi encontrado um documento, mas nada que pudesse levar ao possível autor. Informações dão conta de que um adolescente, conhecido no meio policial, que usava um colar de umbanda semelhante ao encontrado, foi recentemente apreendido pela Polícia Militar nas proximidades do homicídio e pode ser o suspeito do crime.
Outra pista encontrada pelos militares foi a vegetação revirada e amassada, o que levanta a suspeita de que o corpo da mulher foi arrastado até local. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Bom Despacho. A vítima não possui passagens pela Polícia.

 

Outro crime
No último dia 15, a Polícia Militar encontrou o corpo de Jéssica Soares. Na ocasião, ela estava desaparecida há dois dias. O local próximo de onde o corpo da jovem foi encontrado é conhecido como ponto de prática de programas sexuais.
Algumas colegas de profissão da Jéssica informaram à polícia que a última vez que a viram, antes da data do desaparecimento, ela embarcava em um veículo Vectra, cor verde ou prata. Jéssica era conhecida no meio policial pela prática de tráfico de drogas.
A Polícia Civil e a perícia técnica estiveram no local e averiguaram que o corpo da vítima apresentava evisceração, possivelmente provocada por facadas.

 

Crédito: Israel Silveira / O Popular

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.