terça-feira, 21 de Julho de 2015 11:42h Atualizado em 21 de Julho de 2015 às 11:46h.

Mandante de assassinato é preso após tentar suicídio

O suspeito mandou matar um jovem após desentendimento na porta de uma boate, em Nova Serrana

Um homem, de 25 anos, foi preso horas depois de mandar matar um jovem, de 20 anos, em Nova Serrana. A vítima foi morta com sete tiros e o suspeito tentou tirar a própria vida após o crime, que aconteceu na madrugada de sábado (18).
De acordo com a Polícia Militar (PM), durante as diligências sobre a morte de Wallace Aparecido Bento dos Santos, os policiais militares foram informados que o suspeito de mandar matar o jovem havia dado entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com os pulsos cortados.
No local, o suspeito foi medicado e liberado. Ele recebeu voz de prisão e foi levado para a delegacia. O suspeito confessou a participação no crime e disse aos policiais militares que, após se desentender com a vítima na boate, deixou o local em uma caminhonete, juntamente com outros dois indivíduos.
O suspeito e os dois comparsas voltaram ao local quando um dos comparsas efetuou os disparos contra a vítima. O suspeito ainda disse que, após o crime, ele fugiu do local e deixou os comparsas no Centro da cidade e não mais os viram, porém não revelou aos policiais a identidade deles.

Crime
De acordo com a PM, testemunhas contaram que a vítima e o suspeito se desentenderam na madrugada de sábado. O suspeito saiu do local e quando Wallace estava na porta da boate, ele chegou em uma caminhonete e o passageiro se aproximou da vítima, pelas costas, e efetuou diversos disparos.
Wallace chegou a ser socorrido e levado para a UPA, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Os médicos relataram que a vítima, que não possui passagens pela Polícia, apresentava sete perfurações provenientes de arma de fogo, sendo três no abdome e quatro nas costas.

Pitangui
Em Pitangui, um corpo carbonizado foi encontrado às margens do Rio São João, no povoado de Casquilho, também no sábado. De acordo com a PM, foi verificado que o corpo havia sido envolto em espuma de colchão e pneus, aparentemente utilizados para incendiá-lo.
A perícia compareceu ao local, sendo localizada, em uma calça que estava próxima ao corpo, uma carteira de identidade em nome de um homem, natural de Belo Horizonte. Em consulta, foi verificado que o referido indivíduo havia registrado a perda dos documentos em maio deste ano, e possuía registros policiais pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e ameaça. O corpo foi removido e algumas partes de tecido corporal que restaram da vítima serão analisadas em laboratório e poderão servir para identificar a pessoa.

Pará de Minas
No início da madrugada de domingo, A Polícia Militar foi acionada no Pronto Atendimento Municipal (PAM) de Pará de Minas, onde havia dado entrada um adolescente, de 16 anos, que foi atingido com disparo de arma de fogo.
A bala atingiu o maxilar da vítima, se alojando na coluna cervical. Devido a gravidade do ferimento, a vítima foi transferida ao Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.
A irmã da vítima, de 23 anos, informou que ela teria sido atingida na entrada de casa localizada à Rua Vereador Jose Almeida Mendonça, Bairro Santos Dumont. A autoria e a motivação do crime ainda não foi esclarecida.

Tentativa de homicídio
Um jovem, de 19 anos, sofreu duas tentativas de homicídio em um prazo de 24 horas, em Pará de Minas. A vítima deu entrada no Pronto Atendimento de Pará de Minas, após ser vítima de disparo de arma de fogo na noite de sexta-feira (17). De acordo com a vítima, ele andava pela Rua Francisco Rodrigues Lemos, bairro Padre Libério, quando dois indivíduos em uma moto de cor vermelha passaram por ele.
Um dos ocupantes da motocicleta fez um disparo, que acertou o braço da vítima. Após os fatos, os autores evadiram do local tomando rumo ignorado. A vítima já havia sido alvo de disparos de arma de fogo no dia anterior, mas na ocasião não chegou a ser atingido. Ela tem passagem pela Polícia por porte de arma e tráfico de drogas.

 

Crédito: Reprodução

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.