terça-feira, 17 de Setembro de 2013 06:06h Luiz Felipe Enes

Militar é atropelado durante blitz no São José

O fato aconteceu na manhã de ontem durante uma blitz no bairro São José. Tiago Henrique Pereira Santos, de 24 anos, não obedeceu a ordem de parada e atropelou o militar, o arrastando por cerca de 50 metros. O estado de saúde do policial é considerado grav

Na manhã de ontem, um soldado da Polícia Militar foi atropelado durante uma bliz, na rua Castro Alves no bairro São José. Segundo informações da própria Polícia Militar, o soldado E.P.O.J tentou fazer a abordagem de um Fiat Strada, cor prata, quando o condutor do veículo não respeitou a ordem de parada, atropelou o militar e fugiu.

 


De acordo com a assessoria de comunicação do 23º Batalhão da Polícia Militar, o soldado foi arrastado por cerca de 50 metros pela via.
O policial foi socorrido pelo Resgate do Corpo de Bombeiros até a Unidade de Pronto Atendimento Central, de onde foi transferido para o Hospital Santa Mônica.

 


Durante as diligências para localizar o condutor do veículo o cidadão de nome Tiago Henrique Pereira Santos, de 24 anos, solicitou o registro de uma ocorrência alegando ter sido vítima de roubo a mão armada e que o veículo que conduzia, um Fiat Strada, teria sido levado. A suposta vítima do roubo aguardou a chegada da viatura em um Posto de Combustível às margens da Rodovia BR 494.
No local, após ser ouvido pelos militares o solicitante entrou várias vezes em contradição, o que levantou fortes suspeitas de ter sido ele o autor do atropelamento ao policial, o que se confirmou posteriormente.
Em continuidade às investigações, os militares localizaram o veículo Fiat Strada na comunidade rural de Trindade, com os vestígios do atropelamento, apresentando amassamento e arranhões no capô, parabrisa e grade do parachoque quebrado.

 


O proprietário do veículo, Mike Lauro Teixeira, de 21 anos, foi localizado no Distrito de Santo Antônio dos Campos (Ermida), tendo relatado que seu veículo estava de posse de Tiago.
Tiago e Mike foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil e o veículo apreendido. O autor do atropelamento contra o militar, Tiago, possui uma passagem pela polícia pelo crime de ameaça, foi preso em flagrante pelos crimes de tentativa de homicídio, omissão de socorro e desobediência, além de denúncia falsa de crime e foi autuado em flagrante.

 


O proprietário do veículo, Mike, possui 17 passagens pela polícia, a maioria por infrações e crimes de trânsito, além de ameaça e lesão corporal, sendo que atualmente cumpre pena em regime semi-aberto, ou seja, durante o dia sai para prestar serviço e a noite se recolhe no Presídio Floramar.Este foi conduzido para prestar esclarecimentos. Ressalta-se que no dia 22 de janeiro deste ano esse mesmo veículo foi apreendido depois que Mike desobedeceu a um sinal de parada.
Segundo informações prestadas pelo médico do Núcleo de Atenção Integral à Saúde/NAIS – 23º BPM, 2º Ten QOS BM Marcus Vinícius, o estado de saúde do militar é considerado grave, uma vez que o policial sofreu politraumatismo, sendo traumatismo crânio-encefálico e ortopédico, estando em coma induzido, respirando com ajuda de aparelhos e tendo sido submetido a uma cirurgia nesta tarde no Hospital Santa Mônica.

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.