quinta-feira, 19 de Julho de 2012 09:10h Gazeta do Oeste

Minas entre os estados com menor índice de homicídios

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira (18) pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos e pela Flasco Brasil aponta Minas Gerais como o oitavo Estado do país com menor índice de jovens assassinados

Pesquisa divulgada nesta quarta-feira (18) pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos e pela Flasco Brasil aponta Minas Gerais como o oitavo Estado do país com menor índice de jovens assassinados com idade até 19 anos. Apesar do crescimento nas taxas de assassinatos em todo o país, nesta faixa etária, entre os anos 2000 e 2010, período delimitado na pesquisa – o Estado se mantém na 20ª posição do ranking do “Mapa da Violência no Brasil”.

 

O índice de assassinatos de jovens em Minas, segundo o levantamento, é o segundo com menor incidência na região Sudeste, atrás apenas de São Paulo. Comparando a última década, as taxas subiram de 5,2 mortes a cada 100 mil habitantes para 10,7. Entretanto, em uma avaliação dos últimos oito anos, período em que políticas públicas de sucesso voltadas para jovens – como o programa de redução de homicídios Fica Vivo! –, foram implantadas em Minas, percebe-se, em todo o Estado, uma estabilização das taxas, que eram de 10,5 para cada 100 mil habitantes em 2004 e de 10,7 em 2010.

 

Além disso, é importante ressaltar que a taxa homicídios de jovens em Minas permanece abaixo da média nacional, que é de 13,0 para cada 100 mil habitantes. Em Belo Horizonte, área de concentração dos programas de prevenção do Governo de Minas, a taxa de mortalidade de jovens caiu de 41,3 homicídios para cada 100 mil habitantes em 2004 para 26,6 em 2010 – uma redução de 35,6%.

 

Plano de enfrentamento à violência

 

A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) tem programados novos investimentos em programas e ações voltados para a prevenção da criminalidade no Estado. Neste ano, serão implantados três novos Centros de Prevenção à Criminalidade, com os programas Fica Vivo! e Mediação de Conflitos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Para o próximo ano, estão previstas novas expansões destes programas para o interior do Estado, com instalação de núcleos em Passos, no Sul de Minas, e em outras cidades ainda a serem definidas.

 

A ampliação de convênios com as prefeituras para fomento de vagas em regime meio aberto para adolescentes infratores também está entre as prioridades do Governo de Minas na busca pela redução dos índices de homicídios de jovens em Minas. De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social, como estes crimes geralmente estão ligados à prática de outros delitos, a meta é diminuir a mortalidade nesta faixa etária com a ressocialização proposta e aplicada no regime meio aberto já nos primeiros sinais de envolvimento de jovens com o crime.

 

 

 

 

 

 

AGÊNCIA MINAS

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.