sábado, 19 de Março de 2016 04:59h Atualizado em 19 de Março de 2016 às 04:59h.

Morre adolescente envenenada pela mãe

Morreu na manhã de ontem a adolescente, de 16 anos, que foi envenenada pela mãe. Ela estava internada desde o dia 9 de março, no CTI do Hospital Santa Lúcia, em Divinópolis. A mulher também bebeu o veneno, mas não corre risco de morrer

A confirmação do óbito foi feita por amigos e pelo Serviço Municipal de Luto. Segundo os amigos, que preferiram não se identificarem, a adolescente teve uma piora no quadro clínico na noite de quinta-feira e foram realizadas manobras de reanimação, mas, na manhã de ontem, ela não resistiu.
A adolescente foi envenenada na quarta-feira, dia 9. De acordo com informações da Polícia Militar, os policiais foram acionados no Hospital Santa Lúcia pela médica Chefe do Centro de Tratamento Intensivo (CTI), que contou que a adolescente deu entrada no Pronto Socorro da unidade, na noite de quarta-feira, em estado grave, vítima de envenenamento. Ela foi levada para o CTI inconsciente, onde foi ligada a aparelhos.
Ainda de acordo com informações da Polícia Militar, foi o irmão da vítima que a levou para o hospital, após ela passar mal. O pai da vítima, que está separado da mulher há cerca de três anos, contou que a mãe dela também havia sido envenenada e que estava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

 

 


Na UPA, os militares conversaram com a mulher, de 47 anos, que contou que fez um suco e colocou o veneno, oferecendo um copo à filha e, logo em seguida, também bebeu o suco. A mulher passou mal primeiro e ainda foi socorrida pela filha, que passou mal horas mais tarde.
A mulher ainda contou que cometeu tal ato por estar passando por dificuldades financeiras. A reportagem entrou em contato, mais uma vez, com a Delegacia de Polícia Civil para saber os próximos passos no caso e se a mãe poderá ser indiciada por homicídio, mas, como ocorreu na matéria publicada no dia 16, até o fechamento desta edição, nenhum responsável pelo caso foi localizado.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.