quinta-feira, 1 de Dezembro de 2011 11:12h Paulo Reis

Morte de detento na Floramar

Detento Rodrigo Lopes ficava com uma bombinha farmacêutica para controlar possíveis ataques enquanto permanecia preso

Na tarde do último domingo um detento do Presídio Floramar apresentou problemas respiratórios dentro da cela. Com a ajuda de colegas do local os agentes foram alertados  quanto ao incidente.


O preso Rodrigo Ramos Lopes de 27 anos, condenado por furto e furto qualificado, recebeu os primeiros socorros ainda na unidade prisional, não apresentando melhoras foi conduzido ao Pronto Socorro Regional no qual já chegou morto.


Nossa equipe conversou na manhã de ontem (30) com o Diretor de Ressocialização do Presídio, Bruno Fernando, que nos informou que o detento já possuía todo um histórico de problemas respiratórios e que ainda fazia o uso das convencionais bombinhas para asma, que inclusive era mantida com o preso no interior da cela.


A Polícia Civil se mantém a frente do caso e poderá apresentar um parecer da causa morte da vítima dentro de 40 dias.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.