quinta-feira, 30 de Agosto de 2012 15:15h Gazeta do Oeste

MP denuncia nove agentes penitenciários por torturarem presos em Varginha

 Nove agentes penitenciários foram denunciados pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) por torturar presos da unidade prisional de Varginha, na Região Sul do Estado. A violência contra os detentos aconteceu entre os anos de 2009 e 2011. Eles eram agredidos com chutes, socos e tapas em todas as partes do corpo. A condenação foi pedida pela Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos da cidade. 

O primeiro caso de violência contra os presos foi registrado em novembro de 2009. Os agentes penitenciários F.B.F e F.P.V.O. castigaram brutalmente detentos que se desentenderam enquanto assistiam à televisão dentro de uma cela. Com chutes, socos e tapas, as vítimas foram submetidas em que o MP chamou de “intenso sofrimento físico”.

Dois anos depois, os mesmos agressores se envolveram em mais uma tortura. Desta vez, contaram com a ajuda de outros sete agentes penitenciários. O alvo foi um preso recém encarcerado no presídio de Varginha. De acordo com o inquérito policial, ele recebeu diversos chutes, tapas e socos nas costas na nuca e na barriga. As agressões geraram lesões no corpo do detento.

Na mesma semana, F.B.F acertou um soco no rosto de um detento que o desobedeceu. Além disso, segundo a denúncia feita o MP, ele se apropriou de R$ 150 de um preso que acabava de chegar ao presídio.

Segundo o MP, F.B e outros três agentes penitenciários denunciados não fazem mais parte dos quadros de funcionários da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.