sexta-feira, 22 de Julho de 2011 11:02h André Bernardes

Mulher cai no golpe do “Achadinho”

Uma mulher foi vítima de um golpe nesta quarta feira, 20, ao sair de um banco fazendo serviços para a empresa que trabalha. Ela foi abordada por duas mulheres e acabou perdendo dinheiro e documentos pessoais e da empresa.


A vítima saiu do banco e quando chegou na esquina da rua Minas Gerais com a Av. Primeiro de Junho, chutou uma carteira que estava no chão. Duas mulheres foram ao seu encontro e disseram que a vítima havia encontrado a carteira perdida por uma das suspeitas e que elas iriam recompensá-la. As três mulheres foram ao um restaurante para almoçar. A vítima foi ao banheiro e deixou a bolsa com documentos pessoais e da empresa, mais a quantia de R$2820 com as duas mulheres. Quando ela voltou, as criminosas haviam deixado o local com a bolsa. Nenhuma delas foi encontrada.
 

Capitão Jocimar, da PM diz que os golpes na porta de bancos são comuns e é preciso atenção. “O que observamos é que nos últimos dias tem havido uma recorrência destes fatos, onde indivíduos mau intencionados tem abordado algumas pessoas e se aproveitando de um descuido oferecem uma premiação, uma recompensa e acabam dando prejuízo. A polícia recomenda cuidado , atenção e desconfiança, pois nada cai do céu. Se a pessoa perceber que está sendo alvo tem que ligar para a PM. A gente observa que as pessoas manipulam e tem um poder de convencimento muito forte. E quando as vitímas dão por si percebem que caíram em um golpe. Normalmente pessoas idosas ou  mais novas são as principais vítimas” disse.
O capitão ainda orienta que ao fazer um boletim de ocorrência, é necessário que a vítima passe a as características marcantes do suspeito, como tatuagens, falhas em dentes, cicatrizes e cor dos olhos.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.