quinta-feira, 26 de Julho de 2012 16:59h Gazeta do Oeste

Mulher é assassinada e enterrada em quintal de casa na Zona da Mata

A polícia tentar desvendar o assassinato de uma mulher encontrada enterrada no quintal de uma casa em Simonésia, na Região da Zona da Mata. Um dos suspeitos do crime, identificado como Sinval, foi preso na noite de quarta-feira. Ele informou que manteve relações sexuais com a vítima junto com um outro homem, conhecido como Batista. Mas que não cometeu o assassinato. O segundo suspeito segue desaparecido.

 

 

De acordo com a Polícia Militar, a mulher foi vista pela última vez na noite de sábado por testemunhas. Ela estava em uma motocicleta junto com os dois homens. Os suspeitos levaram a vítima para uma casa, onde mantiveram relações sexuais. Após os atos, Sinval e Batista foram embora. 

 

Vizinhos ficaram desconfiados com o sumiço da mulher, que até a quarta-feira não havia sido vista na região. Eles então foram até a casa onde os suspeitos a levaram. No quintal, perceberam que a terra estava mexida e começaram a cavar. Os moradores acabaram encontrando o corpo e acionaram a PM.

 

Durante rastreamento, os militares conseguiram chegar até Sinval. O suspeito foi preso em casa e negou ter matado a mulher. “Ele disse que foi embora junto com Batista e que, no outro dia, Batista levantou às 5h da manhã e não disse aonde ia. Sinval disse que encontrou com ele até na manhã de terça-feira, mas depois o homem sumiu”, afirma o cabo Herron Rodrigues de Brito.


A motivação do crime e como aconteceu o assassinato ainda é um mistério. A PM tem uma hipótese de como a mulher foi morta. “Não tinha marcas de tiros e nem perfurações feitas por facas. Aparentemente a mulher foi enforcada, mas só a perícia poderá nos dizer”, explica o cabo.

 

O caso é investigado pela delegacia de Manhuaçu. Sinval está detido na cidade e Batista ainda é procurado. 

 

 

 

 

 

EM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.