quarta-feira, 21 de Janeiro de 2015 09:47h Atualizado em 21 de Janeiro de 2015 às 09:51h.

Mulher é encontrada morta e com sinais de violência sexual

O corpo de uma mulher foi encontrado às margens do rio Itapecerica no final da tarde de segunda-feira, em um local conhecido como “Prainha do 48”

Ela estava seminua, com as mãos amarradas e com sinais de violência sexual e estrangulamento.
De acordo com a Polícia Militar, um homem de 48 anos, morador da região, estava passeando com dois cachorros quando um deles passou a latir muito e indicar alguma coisa. Ao seguir o cão por aproximadamente 300 metros de uma trilha fechada, sentiu o cheiro forte e localizou parte do corpo de uma mulher boiando na água.
O homem acionou a Polícia Militar e a Perícia Técnica da Polícia Civil compareceu ao local e constatou que a mulher, de cerca de 50 anos, estava com as mãos amarradas e que ela foi estuprada, antes de ser morta por enforcamento. O perito ainda encontrou algo amarrado ao pescoço da vítima, mas não foi possível especificar o quê em razão do estado de decomposição do corpo.
De acordo com a Polícia Militar, a mulher tem pele clara e estava vestindo uma camisa com estampa de onça. O corpo dela, que até o fechamento desta edição não havia sido identificado, foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

 

Crédito: Erik Rizzatto / Sistema MPA

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.