quarta-feira, 9 de Maio de 2012 13:50h Vinicius Soares

Mulher faz aborto em Nova Serrana e é denunciada por médica

Outro crime envolvendo crianças ocorreu na manhã de ontem na região Centro-Oeste mineira. Desta vez, uma mulher provocou um  aborto vitimando um feto de apenas cinco.
A jovem de 22 anos deu entrada no Hospital São José, em Nova Serrana, com fortes dores abdominais. De acordo com a médica de plantão, durante o atendimento, a paciente abortou um feto de aproximadamente cinco meses, sexo feminino e 800 gramas de peso.
O feto morreu poucos minutos após o aborto. Segundo a médica, ao examinar a mãe, a plantonista acabou encontrando duas cápsulas de medicamento abortivo em sua vagina. Por isso, a Polícia Militar de Nova Serrana foi acionada.
Pressionada, a autora, N.T.S., confessou que ingeriu duas cápsulas e introduziu outras duas na genitália. Ela foi presa em flagrante por crime de aborto, porém não pôde ser levada para a Delegacia de Polícia, por ter permanecido internada. A ocorrência foi registrada na Polícia Civil.
A equipe médica e administrativa do hospital não quis se pronunciar.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.