quarta-feira, 10 de Dezembro de 2014 05:48h

Mulher morre ao ser baleada na rua

Uma mulher, de 40 anos, foi morta no meio da rua com um tiro, em Martinho Campos. Ela teria se envolvido em uma briga horas antes e o crime pode ter sido motivado por vingança

A Polícia Militar foi acionada à Rua Padre Pedro Nolasco, distrito de Ibitira, em Martinho Campos, onde encontraram a vítima caída. Quando a equipe de socorro chegou foi constatado o óbito.
O genro da vítima disse aos policiais militares que ficou sabendo que a sogra havia se envolvido em uma briga mais cedo em um trailer, com um indivíduo do norte de Minas. Fato este que chegou a ser registrado em Boletim de Ocorrência.
O namorado da vítima confirmou a briga aos policiais e contou que, ao saírem do trailer, a mulher saiu correndo e gritando que iria se vingar de quem lhe bateu, pois iria quebrar a casa e atear fogo no local. Ele disse que não conseguiu segurá-la.
O homem contou que, quando conseguiu alcançá-la, já a encontrou baleada e que o atirador seria um homem com tatuagens. Ele afirma ainda que, após a briga, levou o desafeto da mulher até em casa e lá o deixou com fortes sintomas de embriaguez.
Em rastreamento, policiais localizaram o homem que teve o problema com a vítima e que se prontificou a comparecer à delegacia para prestar todos os esclarecimentos referentes ao fato. Durante levantamentos, ficou constatado que a vítima, com um rodo doméstico, danificou três vidros da janela da frente e sete vidros da janela lateral da residência na rua onde foi morta.
Na varanda da casa foi localizado um coldre que foi apreendido. A perícia compareceu ao local e constatou um orifício de entrada no ombro esquerdo e sangramento no nariz da vítima, liberando o corpo em seguida.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.