quinta-feira, 23 de Agosto de 2012 08:47h Gazeta do Oeste

Na rede, PM antecipa brigas

Assim que se descobre uma briga de facções que está para acontecer, o comando manda viaturas e policiais para coibir. Isso acontece em dias de jogos e também sem duelos.

A Polícia Militar de Minas Gerais está atenta nas discussões e nas juras de morte de membros das facções de torcidas organizadas de Cruzeiro e Atlético pela internet.

 

 

Essa é mais uma preocupação do coronel Antônio de Carvalho, comandante do Policiamento Especializado, que anteontem anunciou outro clássico com torcida única, desta vez na Arena Independência.

 

"Nós acompanhamos todos os movimentos pelas redes sociais. Há muita gente empenhada a descobrir possíveis focos de briga", comentou o coronel Antônio de Carvalho.

 

 

Carvalho disse que as informações sempre são verificadas. "Já coibimos muitos atos de violência minutos antes de que qualquer coisa pudesse acontecer", comentou.

 

Assim que se descobre uma briga de facções que está para acontecer, o comando manda viaturas e policiais para coibir. Isso acontece em dias de jogos e também sem duelos.

 

 

A última apreensão de um membro de torcida organizada, por exemplo, aconteceu no meio da semana passada, em um dia sem jogos. O monitoramento pela internet foi fundamental para chegar até o suspeito.

 

"Aconteceu uma agressão da região Leste, no meio na semana passada. Só conseguimos chegar ao suspeito depois que soltaram uma imagem dele nas redes sociais", comentou.

 

 

Torcedores das facções de torcidas organizadas também ajudam no monitoramento de brigas. "Nem todos os torcedores são marginais. A maioria só vai ao campo para torcer e nos ajuda a identificar os baderneiros", completou o coronel.

 

Outros Estados. Essa preocupação é explicada por relatos de mortes em duelos de facções de torcidas organizadas em outros Estados. Todos marcados pelas internet.

 

 

Em março, um torcedor do Palmeiras morreu em confronto com corintianos em uma avenida movimentada de São Paulo.

 

Em julho, seguidores do América-RN e do CRB-AL se enfrentaram em Maceió e um torcedor morreu na porta do estádio Rei Pelé.

 

 

No último fim de semana, um torcedor do Vasco foi esfaqueado até a morte por flamenguistas dentro de um bar longe do Engenhão.

 

 

 

 

 

 

 

O TEMPO

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.