quarta-feira, 24 de Junho de 2015 11:33h

Nota falsa é apreendida pela PM

No final da tarde desta segunda-feira, policiais militares foram solicitados em uma padaria de Cláudio, onde os funcionários haviam desconfiado de que uma cédula de R$ 100 era falsa

No local, os policiais militares verificaram que havia, realmente, indícios de que a cédula seria falsa.
A cédula foi apreendida e encaminhada para a delegacia para ser realizada perícia para confirmação. De acordo com a PM, existem informações de que outras cédulas de R$ 100 falsas estejam circulando na cidade, algumas já foram recolhidas pelos bancos da cidade.
Dica
Quando você receber uma cédula, principalmente de R$ 50 e R$100, verifique sempre os principais elementos de segurança, que são:
• Marca d’água, que pode ser verificada colocando a cédula contra a luz;
• Número escondido: com a frente da nota na altura dos olhos, na posição horizontal, em um local com bastante luz, você vê aparecer o número indicativo do valor dentro do retângulo no lado direito da nota;
• Faixa holográfica: ao movimentar a nota, você vê, nessa faixa à esquerda da frente da cédula, inscrições e imagens que variam de acordo com cada cédula;
• Sinta o relevo: pelo tato, você sente o relevo em algumas áreas da nota.
Existem outros elementos de segurança. Procure, sempre que possível, comparar uma cédula suspeita com outra que você tenha certeza que é verdadeira.
Para quem tem facilidade com a tecnologia atual, o Banco Central (BC) lançou um aplicativo que pode ser instalado em telefones celulares, que ajuda na identificação de cédulas falsas. O aplicativo se chama Dinheiro Brasileiro e, após instalado, basta posicionar o smartphone ou tablet sobre a cédula, que identifica a nota por comparação e mostra os elementos de segurança que devem ser observados.
O BC informou que o aplicativo não verifica, sozinho, a autenticidade das notas, apenas fornece os elementos para que a pessoa possa fazer a verificação.

Orientação da PM
Desconfiando que uma cédula é falsa, a pessoa pode recusá-la. Se você já estiver de posse de uma cédula falsa deverá imediatamente entregá-la a uma agência bancária ou chamar a PM.
A falsificação é crime previsto pelo artigo 289 do Código Penal, com pena prevista de 3 a 12 anos de prisão. Quem tentar colocar uma cédula falsa em circulação depois de tomar conhecimento de sua falsidade, mesmo que a tenha recebido de boa fé, pode ser condenado a uma pena de seis meses a dois anos de detenção.

 

Crédito: Divulgação PM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.