sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2014 05:15h

Novos golpes são identificados através de redes sociais e celular

A Polícia Militar divulgou novos golpes aplicados com o uso de redes sociais e celular.

O crime conhecido como “falso sequestro” foi remodelado e um novo, usando o aplicativo Whattapp ou Facebook, foi detectado pela PM.
De acordo com o Major Ferreira, a dica é: “não desligue o celular”. O golpe se dá da seguinte maneira: os criminosos, se passando por funcionário de alguma operadora de telefonia móvel, ligam dizendo que seu celular foi clonado e que para solucionar o problema, o aparelho deve ser desligado por uma hora. “Você, acreditando na ótima prestação de serviço, desliga o celular por uma hora, afinal o pedido é somente para desligar o celular. Que mal teria? Aí é que vem o perigo”, ressalta o Major.
Segundo ele, os bandidos durante esta hora ligam para a casa da vítima e praticam o golpe do falso sequestro, previamente preparado. Quem atende ao telefone na casa, liga rapidamente para o seu celular e ouve: “Este celular está desligado ou fora da área de serviço”. “Daí em diante é só pavor total, na família, nos amigos, no trabalho”, avalia Ferreira.
A dica da PM é não desligar o telefone em hipótese alguma, já que para a área técnica da operadora checar algum problema na sua linha não é necessário desligar o aparelho, portanto não há justificativa para desligá-lo. Ao contrário, entre imediatamente em contato com as pessoas mais próximas a você e os alerte do fato. Após isso, a dica é entrar em contato com a Polícia através do 190 ou indo até uma delegacia mais próxima. 

 

Redes sociais
Outro alerta da Polícia Militar é com relação a golpes aplicados via Whattapp ou Facebook. Muitas pessoas tem mania de postar onde estão a todo o momento e os bandidos também estão conectados e antenados a isso.
O crime se dá da seguinte forma, segundo a Polícia Militar. Os bandidos enviam uma mensagem falando que está acontecendo algum tipo de crime, nas proximidades, onde você esteja. Neste caso a orientação dos militares é você ter calma e não acreditar em toda ou qualquer mensagem que possa

receber.
O certo a fazer é ligar para o 190 para obter orientações quanto à verdade dos fatos alegados ou pedir que a PM desloque para o local. Ainda de acordo com a Polícia, há situações que podem ser apenas trote ou uma brincadeira de muito mau gosto para assustá-lo, mas também para ter a intenção de cometer algum tipo de crime.
 

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.