terça-feira, 24 de Abril de 2012 11:40h Vinicius Soares

Ocorrências da PF referentes a tráfico de drogas e comércio ilegal de armas com divinopolitanos envolvidos

Dois meliantes, de 33 e 48 anos foram presos. Com eles foram encontrados vários pacotes da substância e R$600. Flagrante foi feito em um posto da MG-050. Operação foi entre a Polícia Federal divinopolitana e da capital

A Polícia Federal de Divinópolis, com apoio de agentes da Polícia Federal de Belo Horizonte realizou a apreensão de aproximadamente 7 kg de cocaína, na última sexta-feira (20), em um posto de combustível situado na MG 050.
A droga foi trazida de Foz do Iguaçu, Paraná, por C.J.C., 48 anos, residente em Divinópolis-MG, escondida no estepe de uma carreta com a placa do município.
Também foi preso J. L. P., 33 anos, residente do estado paranaense, proprietário do entorpecente. Existem fortes indícios de que este indivíduo tenha apresentado documentos falsos no momento da prisão.
Investigações estão sendo realizadas para apurar a real identidade do preso.
Ao que se sabe, segundo o Delegado Benício Cabral, o sujeito portava documentos falsos, caracterizando também falsidade ideológica. Como cada estado possui um banco de dados, não é possível identificá-lo.
As digitais do meliante já foram enviadas para o Paraná, onde serão identificadas pelo sistema digital local. A tecnologia é a mesma usada pela agência americana de investigação federal, Federal Boreau Investigation (FBI).
Além da droga, foram apreendidos aproximadamente R$600,00 que estavam na posse de C.J.C., além da carreta e um veículo que era conduzido por J.L.P.
Os dois presos foram autuados em flagrante delito por estarem incursos no art. 33 da lei 11.343/2006 (lei de tóxicos), com pena prevista de 5 a 15 anos de prisão. Após a lavratura do flagrante, eles serão encaminhados ao presídio Floramar em Divinópolis.

Tráfico de armas

Um homem de 44 anos foi preso pela Polícia Rodoviária de Rolândia, na última quinta-feira (19), acusado de tráfico internacional de armas. G. R. L, foi flagrado transportando duas pistolas calibre 9mm. O homem informou à polícia que havia comprado as armas em Foz do Iguaçu e as revenderia por R$4.000 em Divinópolis, Minas Gerais.
Porém, a Polícia apurou que o acusado cruzou a fronteira para o Paraguai no mesmo dia e suspeitou de que as armas tivessem sido compradas, na verdade, no país vizinho. Junto com as armas foram encontrados cinquenta cartuchos de munição intactos.
O acusado foi preso encaminhado para a delegacia.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.