sexta-feira, 10 de Outubro de 2014 06:47h Pollyanna Martins

Onze pessoas são presas em operação da Polícia Federal

A operação foi em combate a tráfico interestadual de drogas

Credito: Divulgação/PF

 

A Polícia Federal, com o apoio do Batalhão Rotam da Polícia Militar, iniciou na madrugada dessa quinta-feira a Operação Oeste, na região oeste de Belo Horizonte. A operação, que teve o objetivo acabar com a organização criminosa que comandava o tráfico de drogas também no Centro da capital mineira, cumpriu 18 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão temporária, todos expedidos pela Justiça Estadual de Minas Gerais.
A droga era adquirida nos estados de Mato Grosso do Sul e Paraná, e era trocada por automóveis ou por meio de depósitos bancários em nome de “laranjas”. Um dos “laranjas” usados pela organização criminosa para a aquisição da droga era uma criança de três anos de idade, filho do próprio líder do bando.
Vários depósitos foram identificados desde o início da operação, em outubro de 2013, totalizando R$ 1,35 milhão em transferências para contas em Mato Grosso do Sul e Paraná entre outubro de 2012 e fevereiro de 2014. O líder do grupo tinha antecedentes por homicídio, tráfico de drogas e estava em prisão domiciliar.
Cento e vinte policiais participaram da operação, que até o momento prendeu onze pessoas, sendo duas em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e posse de drogas. Foram apreendidos ainda com a organização criminosa três veículos de luxo, avaliados em cerca de 250 mil reais, três motocicletas, um revólver de calibre 38, 80 pinos de cocaína, aproximadamente R$ 65 mil em espécie e quatro máquinas caça-níqueis. Os 17 integrantes da organização criminosa foram indiciados pela Polícia Federal.
Os presos responderão por tráfico interestadual de drogas, associação para o tráfico, organização criminosa, podendo ser condenados a mais de 40 anos de prisão. Alguns ainda responderão por posse de arma de fogo, e lavagem de dinheiro, podendo ser condenados a 18 anos de prisão.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.