terça-feira, 29 de Dezembro de 2015 12:55h

Operação Feliz Natal termina com pelo menos sete pessoas presas e 48 mandados de busca e apreensão cumpridos em Itabira

A Operação Feliz Natal, realizada nesta terça-feira (29), pelas polícias Civil e Militar, em Itabira, resultou em 17 pessoas conduzidas e pelo menos sete delas presas

O objetivo da operação foi o cumprimento de nove mandados de prisão e 48 de busca e apreensão, todos relacionados a homicídios e tráfico de drogas na cidade.

Dos nove mandados de prisão, quatro foram cumpridos. Os presos são Deivison Conceição Custódio, “Dida”, de 23 anos; Deivid Conceição Custódio, “Dê”, de 24; Moisés Messias dos Santos, 27, e Manoel Júlio dos Santos, “Angolano”, de 26. Egberto Lúcio da Silva Souza, de 30 anos, também foi preso em razão de um cumprimento de mandado já existente anteriormente. Ele estava foragido da Justiça e também vinha sendo investigado. Outras nove pessoas foram conduzidas em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de uso restrito; posse ilegal de arma de fogo e munições e por caçar ou apanhar espécies da fauna silvestre, tráfico de drogas e apetrechos para preparação de drogas. Todos os 48 mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Os trabalhos foram realizados em 18 bairros de Itabira: Cônego Guilhermino, Novo Amazonas, São Pedro, Amazonas, Água Fresca, Madre Maria de Jesus, Clóvis Alvim, Quatorze de Fevereiro, Campestre, Vila Santa Rosa, Caminho Novo, São Cristóvão, São Bento, Machado, Nova Vista, São Francisco, Eldorado e Bela Vista.

A investigação feita pela equipe de policiais da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Itabira, com o apoio da Polícia Militar, apontou que alguns eventos pontuais, iniciados em 2014 e intensificados em outubro deste ano, desencadearam uma guerra entre associações criminosas da cidade, com alvos envolvidos em diversos homicídios e associados ao tráfico de drogas. A guerra entre as organizações resultou em quatro mortes e 12 tentativas de homicídio.

Os levantamentos realizados indicaram que grupos dos bairros Nova Vista, São Bento e Jardim das Oliveiras se associaram, formando uma organização criminosa, e grupos dos bairros Madre Maria de Jesus, Cônego Guilhermino, São Cristóvão e aglomerado Marajó, formaram outro grupo criminoso. Em outubro deste ano, duas pessoas foram mortas e uma sofreu uma tentativa de homicídio, ficando paraplégica. As três seriam membros do primeiro grupo, e os crimes teriam sido cometidos por membros do segundo grupo. No mesmo dia, houve retaliação por parte do primeiro grupo, resultando no homicídio de um membro do segundo grupo. Em decorrência desses fatos, ocorreram diversas outras mortes e tentativas de homicídio.

De acordo com o delegado-adjunto de Itabira, Paulo Henrique Moreira Campos, essa foi apenas uma etapa da operação. “Vamos prosseguir com as investigações. O objetivo principal é fechar a autoria dos homicídios consumados e tentados, porque, identificando os autores, conseguimos manter neutralizados parte dos articuladores dessas organizações criminosas”, pontua.

Cerca de 210 policiais, entre Civis e Militares, trabalharam em conjunto nos cumprimentos. A operação também contou com o apoio aéreo do helicóptero Carcará, da Polícia Civil, e dos Canis das Polícias Civil e Militar. Participaram dos trabalhos policiais de Itabira, Belo Horizonte, Caratinga, Inhapim, Ipatinga, João Monlevade, Ponte Nova, Ferros, Barão de Cocais e Santa Bárbara. As ações foram coordenadas pelo delegado regional de Itabira, Paulo Tavares Neto, e pelo delegado-adjunto da cidade, Paulo Henrique Moreira Campos.

 

Balanço final da Operação Feliz Natal:

9 presos em flagrante;
4 presos em cumprimento de mandados de prisão;
1 foragido recapturado;
3 menores apreendidos;
3 rádios comunicadores;
2 bases de carregadores de rádios;
1 revólver .38;
1 pistola 380;
1 pistola 9 mm;
1 carregador .380;
1 carregador 9 mm;
26 cartuchos . 38;
22 cartuchos .380;
3 cartuchos .44;
17 cartuchos 9 mm;
1 espingarda de pressão;
340 esferas de chumbo para arma de pressão;
13 aparelhos celulares;
4 chips de celular;
48 pedras de crack;
1 porção grande de crack;
8 buchas de maconha;
1 barra de maconha;
2 tabletes de maconha;
11 pinos de cocaína;
1 porção de cocaína;
4 balanças de precisão;
1 narguilê;
1 dichavador de maconha;
Diversas embalagens para “dolar” cocaína;
R$ 5.104 reais em dinheiro;
1 notebook, 1 vídeo game, 1 TV, 1 relógio, 1 binóculo (produtos de procedência duvidosa);

Também foram apreendidos 12 pássaros da fauna silvestre, sendo:  5 ticões, 1 azulão, 1 curió, 4 papa-arrozes e 1 bico-de-veludo, além de 2 alçapões e 13 gaiolas.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.