terça-feira, 8 de Outubro de 2013 05:28h Luiz Felipe Enes

Operação Mar de Minas

A operação atua em toda a região Centro Oeste do Estado e visa coibir a propagação de furtos à residências

Dando sequência a ações referentes a mandados de busca, prisão e apreensão, na manhã desta segunda-feira, a Polícia Civil de Formiga, com o apoio dos Civis de Divinópolis, prenderam quatro suspeitos de envolvimento em furtos e roubos na cidade de Formiga, porém os materiais estavam sendo escondidos em Divinópolis.
Ao todo, seis mandados de prisão foram expedidos contra os suspeitos. Na operação somente quatro pessoas foram detidas. Um está foragido e outro suspeito se apresenta hoje da delegacia de polícia acompanhando de seu advogado. A ação da polícia foi desenvolvida nos bairros São Judas Tadeu, Bela Vista, Nossa Senhora das Graças e Maria Helena, em Divinópolis.
Segundo o Delegado Chefe de Polícia Civil, Alexandre Castro, a operação vem sendo desenvolvida há mais de dois meses, em várias cidades da região e tem mostrado resultados. “O trabalho será mantido nas regiões que demandam mais atenção, principalmente em áreas que possuem represas e expansões aquáticas”, explica.
O grupo atuava em diversas cidades da região, principalmente abordando residências próximas à represas, como as do Lago de Furnas e também, algumas de Itaúna e Carmo do Cajuru. Os materiais geralmente furtados eram motos aquáticas, motores, produtos aquáticos em geral e até mesmo TV’s de alta definição.
Durante a operação realizada ontem, somente alguns documentos entre outros arquivos foram apreendidos, mas a polícia acredita que ainda há materiais sendo escondidos pelos suspeitos, que a princípio, não fizeram muitas revelações.
A operação recebeu esse nome justamente por atuar em regiões banhadas por algumas represas da região. De acordo com o delegado de Formiga, Danilo César, a operação deve prosseguir principalmente por estar chegando o verão. “Estamos trabalhando em várias cidades da região, cumprindo os mandados de prisão expedidos, visando diminuir os furtos próximos às regiões destinadas ao lazer”, enfatiza.
Aproximadamente 20 policiais das duas cidades atuaram na operação. As pessoas que foram autuadas ficarão na cadeia de Formiga, até o julgamento. A operação deve prosseguir, priorizando outras cidades que são banhadas por represas e que pertencem ao sétimo departamento de Polícia Civil.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.