sábado, 2 de Abril de 2016 04:54h Atualizado em 2 de Abril de 2016 às 04:54h. Polícia Civil de Minas Gerais

Operação policial desarticula quadrilha que comandava tráfico de drogas no bairro Concórdia

A investigação de um homicídio ocorrido há cerca de dois anos deu início ao trabalho de identificação e mapeamento da quadrilha responsável por comandar o tráfico de drogas, desde 2002, na região da Vila Tiradentes

Como consequência dessa investigação, a Policia Civil realizou, na manhã desta sexta-feira (1º), a operação policial para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão nos bairros Santa Cruz e Concórdia, região Leste da capital.

Três integrantes do grupo criminoso, investigados em crimes de homicídio e tráfico de drogas, foram presos: Luciano Ferreira Gomes; Reginaldo Pedro Alves; e Breno Nunes da Silva. Já o líder do grupo, Sérgio Ricardo Nunes (o Ralf); assim como Sidney de Souza Maia; Fábio Martins de Castro; e Everton Fegler de Oliveia, foram presos em outras etapas da operação. Um dos integrantes da quadrilha, Gabriel Pereira e Silva (o Biel), continua foragido. Ainda durante a ação policial foram apreendidos diversos pinos de cocaína, 30 pedras de crack e cerca de seis mil reais em dinheiro.

 

 

Sérgio, Sidney, Reginaldo e Everton, já tinham sido condenador a 17 anos de prisão pelo homicídio de Adiro de Oliveira, assassinado no dia 23 de junho de 2013. Ele era integrante de uma facção criminosa sediada em São Paulo e foi morto depois de questionar a forma como o grupo, liderado por Sérgio, agia em relação aos moradores da Vila. Adiro foi assassinado com vários disparos de arma de fogo. A partir desse homicídio a Polícia iniciou as investigações sobre a atuação da quadrilha e seus integrantes.

Conforme a delegada que coordenou as investigações Alice Batello, o número de homicídios registrados no bairro Concórdia reduziram consideravelmente em virtude da prisão dos investigados. Batello ressalta ainda que, segundo apurado, a quadrilha era responsável por implantar um clima de medo entre os moradores da região em que atuavam.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.