quarta-feira, 12 de Novembro de 2014 10:22h

Orquestra da PM como patrimônio cultural é analisado

Projeto de Lei tem parecer de 2º turno aprovado na Comissão de Cultura na forma do vencido e está pronto para o Plenário

Reconhecer a Orquestra Sinfônica da Polícia Militar como patrimônio cultural do Estado. Esse é o teor do Projeto de Lei (PL) 4.033/13, do deputado Cabo Júlio (PMDB), cujo parecer de 2º turno foi aprovado, na reunião desta quarta-feira (12/11/14), da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

O relator da matéria, deputado Elismar Prado (PT),  que também preside a comissão, opinou pela aprovação da matéria na forma do vencido em 1º turno. A Orquestra Sinfônica da PM ficaria, segundo o parecer, declarada como patrimônio histórico e cultural de Minas Gerais, e o Poder Executivo como responsável pela adoção das medidas cabíveis para o registro desse bem cultural. O projeto segue, agora, para o Plenário.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.