quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014 08:05h Atualizado em 5 de Março de 2014 às 11:54h. Luiz Felipe Enes

Pelotão Rotam chega a Divinópolis

O grupo é responsável por atender ocorrências complexas. Equipamentos e viaturas irão atender à cidade e outros municípios da região.

Oficialmente instalada em Divinópolis, a sétima companhia de missões especiais da Polícia Militar recebeu na manhã de ontem, 19 Militares que vão atuar na Rotam (Rondas Ostensivas Táticas Municipais). Foram 35 dias de intenso treinamento, envolvendo situações diversas e complexas, comumente vivenciadas na rotina da profissão.
A criminalidade instalada hoje nos grandes centros urbanos traz preocupações ao cidadão, à família e a quem defende a vida com trabalho e esforço diário. A violência existente em Divinópolis sofreu gradativa redução nos últimos anos. A diminuição dos crimes violentos e contra o patrimônio revelam o trabalho desenvolvido pelas Polícias Civil e Militar da cidade, atuando em operações para reprimir atos criminosos na cidade.
Todos os 19 militares participaram do curso de procedimentos Rotam por 35 dias. Em um total de 21 disciplinas, concentradas em grande parte nas atividades práticas, os novos membros da equipe foram submetidos a um treinamento intenso, incluindo patrulhamento ostensivo, patrulhamento de alto risco, credenciamento com arma de alta energia, abordagens práticas entre outras ações.
O comandante da sétima companhia de missões especiais da PM, Tenente Coronel Marcelo Augusto Santos explica que são profissionais bem capacitados para atuar em situações extremas. “Eles passaram por um treinamento extenso, incluindo muitas atividades de risco e que exigem atenção, por isso temos policiais altamente qualificados e esperamos redução no índice de criminalidade”, conta.

 

EM ATIVIDADE
Durante a solenidade de formação dos novos policiais, lotados na sétima companhia de missões especiais, houve demonstração do trabalho desenvolvido pelos Militares da Rotam. São ações que envolvem cautela e cuidado, mas que serão empregadas em locais onde a situação fugir do controle, tais como manifestações violentas (iguais as ocorridas em junho do ano passado nas grandes capitais) e confrontos durante partidas de futebol entre várias outras situações imprevistas.
A sétima companhia de missões especiais foi instalada no mesmo local onde já funcionava a sede da sétima região de Polícia Militar. Por lá, 60 Militares ficam por conta de atender a todo tipo de chamado vindo dos 50 municípios alcançados pela sétima região no Centro Oeste Mineiro. O Tenente Coronel Marcelo Carlos da Silva acredita em uma diminuição significativa da violência na cidade com a chegada do pelotão Rotam. “É um esforço a mais da PM, do 23° batalhão, da Rotam e da sétima companhia, somando forças para levar mais segurança ao cidadão. A tendência é que o número de policiais empenhados na Rotam cresça”.

 

NOVAS FERRAMENTAS
De acordo com o Coronel Eduardo Campos de Paulo, as cidades da região ganham além da Rotam, novas viaturas, armamento, coletes e munições. “Estamos trabalhando contra a criminalidade violenta e para isso, ganhamos viaturas, armas entre outros. Em cidades maiores, a Rotam é realidade. Com isso, ganha Divinópolis, ganha Nova Serrana, ganha toda a região”, comemora o Coronel.
O material de suporte ao trabalho da companhia de missões especiais está composto por três viaturas, três motocicletas além de dez outras viaturas, que foram redistribuídas à cidades da região. O armamento não fica para trás. Três fuzis e três carabinas calibre 556, dois fuzis calibre 762, diversas munições, 60 bastões, 50 capacetes de segurança, 40 pares de algema fazem parte das novas ferramentas recebidas pela PM de Divinópolis.
Com o novo trabalho desenvolvido pela Polícia Militar na cidade, por meio da companhia de missões especiais, o município acredita em um avanço significativo na segurança de quem vive em Divinópolis. “O progresso chega à segurança pública para trazer uma resposta à sociedade. A PM em parceria com a Prefeitura e Governo do Estado possibilita ações de combate a crimes violentos e também fornece segurança à população”, explica o prefeito de Divinópolis Vladimir Azevedo.
Segundo a Polícia Militar, já para o mês de março está previsto o curso para compor a tropa de choque. A capacitação deve acontecer entre os dias 24 e 28 do próximo mês.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.