terça-feira, 23 de Outubro de 2012 10:50h Gazeta do Oeste

Pesquisador apresenta capacete que resfria em caso de acidente

 Com os altos índices de acidentes envolvendo motocicletas em Belém, um capacete especial pode garantir a segurança do condutor e passageiro do veículo. O equipamento foi apresentado por um pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) durante a 5ª Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, realizada em Belém na última semana.

Ricardo Rozental pesquisa há 20 anos o comportamento do cérebro humano. Ele desenvolveu um capacete que resfria em caso de acidente. “Nós podemos imediatamente ativar esse sistema de bexigas dentro do capacete através de injeção de gases na porção externa. Esses gases vão resfriar esse capacete, impedindo a formação de um edema no cérebro do paciente e vamos impedir a formação do início da destruição do tecido cerebral”, explica o pesquisador.

 Com o protótipo já desenvolvido, o próximo passo é a fase de testes, que deve começar nos próximos dois anos em uma parceria entre a UFRJ e Universidade Federal do Pará (UFPA).

Só na capital paraense são registradas 70 mil motos, a maior frota estado. Em Belém, também acontece o maior número de acidentes envolvendo motos e tem o maior número vítimas que ficam em estado grave por dirigir sem o capacete.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.