sexta-feira, 9 de Maio de 2014 05:48h Atualizado em 9 de Maio de 2014 às 05:55h.

PF cumpre mandados de busca e apreensão em Divinópolis

A Polícia Federal de Divinópolis, com apoio da Superintendência Regional de Belo Horizonte, deu cumprimento a dois mandados de busca e apreensão em “associações” que atuam na proteção veicular.

As investigações se iniciaram no ano passado após o encaminhamento de denúncia da Superintendência de Seguros Privados (Susep) de que a associação conhecida como Total Flex Proteção Veicular, com sede em Divinópolis, estava comercializando seguros em desacordo com a legislação pertinente, fato que configura o crime contra o sistema financeiro nacional, cuja pena pode chegar a quatro anos de reclusão e multa.
Após a realização de diligências, foi possível constatar que as atividades da Total Flex foram paralisadas. No entanto, os seus “associados”, na verdade evidenciados como consumidores de serviços de seguro veicular, tiveram seus cadastros transferidos para outras duas associações, sediadas nos municípios de Igarapé e Contagem.
Contudo, ainda que estes consumidores não tivessem vínculos com estas outras associações, inexistindo termo de adesão firmado por eles com estas associações, recebiam boletos de cobrança como se mantivessem o contrato de serviços prestados pela Total Flex.
Considerando, portanto, que as mencionadas “associações” passaram a administrar os seguros captados de forma irregular, foram cumpridos os mandados de busca e apreensão para a obtenção de documentos que reforçassem o vínculo entre os consumidores e as “associações.”
Foram apreendidos documentos, notebooks e HD’s. As investigações prosseguirão com a inquirição dos envolvidos e a realização de exames periciais.
A Susep alerta que associações e cooperativas que prometem “proteção veicular” não possuem autorização para vender seguros e não há qualquer tipo de acompanhamento técnico de suas operações. “Portanto, antes de contratar um falso seguro, consulte o nome da sociedade seguradora no sítio eletrônico da Susep e leia as condições gerais do contrato de seguro.”

 

 

Crédito da foto : Divulgação PF

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.