terça-feira, 9 de Junho de 2015 10:15h

PM prende dupla que confessou assassinato em vídeo em Nova Serrana

Na edição do último sábado, a Gazeta do Oeste publicou uma matéria sobre dois jovens que, por meio de um vídeo, confessavam um homicídio em Nova Serrana e ainda faziam ameaças a outras duas pessoas

Na noite de domingo (7), a Polícia Militar prendeu os suspeitos.
Pelo vídeo, a reportagem chegou a achar que os suspeitos eram adolescentes, mas, de acordo com a Polícia Militar (PM), eles já completaram a maioridade. Henrique José Nogueira, de 18 anos, e Paulo Henrique Gomes de Alecrim, de 19 anos, são bem conhecidos no meio policial, e a prática de crimes começou quando ainda eram adolescentes.
No vídeo, a dupla confessa a autoria do assassinato de Leonardo Lima Araújo, de 39 anos, morto a golpes de canivete no bairro Santa Luzia no dia 2 deste mês e ainda ameaçam traficantes rivais. Com mandado de prisão, os policiais militares prenderam os suspeitos na Rua Terezinha de Jesus, no mesmo bairro do crime.

Prisão
De acordo com a PM, no local onde os suspeitos foram presos existem vários imóveis, alguns deles desabitados, que servem de refúgio a marginais. Em um beco, os policiais encontraram os suspeitos que não acataram a ordem de parada.
A dupla tentou fugir pelos fundos de um beco, um deles pulou o muro e escapou por um matagal, sendo perseguido e abordado por uma equipe que cercava o imóvel. Já o outro foi detido antes de pular o muro.
Ao serem questionados pelo motivo da fuga, os dois confessaram serem eles os autores do homicídio, e ainda acrescentaram que após o crime gravaram um vídeo comentando sobre o fato, divulgando-o nas redes sociais.
Na delegacia, a dupla gravou outro vídeo confessando o crime. "Eles gravaram o vídeo após matar um homem e mandaram as imagens para um desafeto a fim de intimidá-lo. São bastante conhecidos no meio policial por cometerem crimes até quando eram menores. Durante a prisão, eles confessaram aos militares que mataram a vítima e que gravaram o vídeo", disse o delegado regional da Polícia Civil Nova Serrana, Felipe Freitas. "Os jovens são moradores do bairro Santa Luzia e em outras oportunidades eles já ameaçaram policiais", acrescentou o delegado.

Crime
Na madrugada de terça-feira (2), Leonardo Lima Araújo, 39 anos, foi encontrado morto às margens de um córrego na Avenida Pacífico Pinto da Fonseca, no bairro Santa Luzia, em um local conhecido pelo tráfico de drogas.
De acordo com a PM, populares acionaram os policiais militares informando que havia um homem pedindo socorro. No local, os policiais encontraram um carro com as portas dianteiras abertas e, durante varredura nas proximidades, foram encontradas manchas de sangue pelo chão.
Seguindo os rastros, os policiais conseguiram localizar o corpo da vítima. Enquanto era feito o Boletim de Ocorrência, os policiais chegaram até uma testemunha, amiga da vítima, que contou que foi com ele ao local para comprar crack.
Três indivíduos apareceram e a vítima pediu três pedras de crack e disse que pagaria com R$ 10 e um canivete avaliado em R$ 90. Ainda de acordo com a testemunha, um dos suspeitos entregou uma pedra de crack à vítima e saiu para buscar as outras duas, mas voltou com o canivete querendo entrar no carro, mas Leonardo não deixou.
Ainda de acordo com a testemunha, um dos autores perguntou se a vítima era policial e começou a desferir golpes com o canivete em Leonardo.

 

Crédito: Reprodução WhatsApp

Leia Também

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.