quarta-feira, 7 de Setembro de 2016 11:00h Carina Lelles

PMR realiza Operação Independência do Brasil

A 7ª Companhia de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário realiza desde ontem a operação “Independência do Brasil”. Serão reforçadas as fiscalizações em Divinópolis, Pará de Minas, Bom Despacho, Formiga e Carmo do Cajuru.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMR), o objetivo é intensificar a fiscalização nas rodovias de maior fluxo de veículos, a fim de reduzir o número de acidentes de trânsito, bem como salvar vidas, proporcionando a fluidez e a segurança aos usuários da via, além de coibir as infrações e repreender os crimes que venham a ser detectados durante a operação.

Para um melhor resultado das operações, os militares da administração atuarão, de forma extraordinária, no setor do 1º Pelotão Rodoviário em Divinópolis, e contarão com o apoio das equipes do 4º Pelotão Rodoviário em Bom Despacho.

 

FIQUE ATENTO

 

A Justiça Federal no Distrito Federal suspendeu a Lei 13.290/2016, conhecida como Lei do Farol Baixo, que obrigava condutores a acender o farol do veículo durante o dia em rodovias. A decisão é provisória e ainda está valendo. Determina que a punição só pode ser aplicada quando as estradas tiverem sido sinalizadas.

O objetivo da medida foi aumentar a segurança nas estradas, reduzindo o número de acidentes frontais. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), estudos indicam que a presença de luzes acesas reduz entre 5% e 10% o número de colisões entre veículos durante o dia.

Mesmo não havendo a aplicação de multas para quem não acende o farol durante o dia, a recomendação é continuar com os faróis acesos, para maior segurança dos usuários das rodovias.

 

DICAS

 

Use sempre e corretamente a sinalização do veículo

Para evitar surpresas, é muito importante comunicar-se com os outros veículos na estrada. E o meio de se fazer isso é através da sinalização do seu automóvel. A cada ação, dê a seta, seja para entrar num desvio, numa saída ou realizar alguma manobra, como indicar a ultrapassagem.

Nunca use o pisca-alerta enquanto estiver em movimento, nem em situação de neblina. Essa sinalização deve ser usada apenas com o veículo parado e no acostamento.

Trafegue com o farol baixo ligado, mesmo durante o dia. E só utilize o farol alto para alertar o motorista que vem na contramão.

 

RESPEITE OS LIMITES DE VELOCIDADE

 

Em vias de velocidade alta, o tempo de freagem fica maior – ou seja, para parar seu carro, você vai precisar de uma distância maior, e nem sempre isso será possível. Portanto, respeitar o limite máximo de velocidade é regra fundamental para uma viagem com segurança.

Tenha atenção também à velocidade baixa. O Código de Trânsito Brasileiro determina que a velocidade mínima não pode ser inferior à metade do limite máximo. Dirigir muito devagar também é perigoso.

 

MANTENHA A DISTÂNCIA E PREVINA ACIDENTES

 

Dirigir colado a outro carro em rodovia é sinal de acidente. Por isso, mantenha sempre uma distância segura, para evitar surpresas. O ideal é manter uma distância calculada em dois segundos.

 

NA DÚVIDA, DEIXE A ULTRAPASSAGEM PARA DEPOIS

 

Caminhões e ônibus na frente irritam qualquer motorista. Mas ultrapassá-los sem ter a certeza de que há condições para tal manobra não vale o risco. Por isso, certifique-se de que a pista contrária está livre. Veja se a sinalização horizontal permite ultrapassagem – somente em trechos com as faixas cortadas. Se não tiver certeza, espere um momento melhor. Não arrisque.

 

NO CARRO, EVITE DISTRAÇÕES

 

Assim como nas vias urbanas, deixe o celular de lado. Se precisar usá-lo, pare no acostamento. Pode parecer que na estrada o uso não vai atrapalhar, mas lembre-se sempre do tempo de reação e a velocidade em que você está. Se surgir qualquer imprevisto, como um animal na pista, você terá menos tempo para reagir.

 

AO DIRIGIR NA ESTADA, RESPEITE SEUS LIMITES

 

Viagens longas são cansativas, por isso, faça paradas a cada duas horas, para esticar as pernas e se hidratar. À noite, caso se sinta cansado ou sonolento, é melhor interromper a viagem e descansar. Retome no dia seguinte.

 

CHEQUE OS EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA DO CARRO

 

Segurança também depende do seu próprio veículo. Antes de viajar, confira todos os itens de segurança: macaco, estepe (que deve estar calibrado), setas, luz de freio, faróis, para-brisa. Assim, caso você precise de algum desses itens, não sofrerá nenhuma surpresa.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.