sábado, 3 de Maio de 2014 04:57h Atualizado em 3 de Maio de 2014 às 05:05h. Carina Lelles

Polícia ainda busca por suspeitos que incendiaram ônibus em Bom Despacho

Quatro menores são suspeitos do crime, dois deles já prestaram depoimento à Polícia e negaram a autoria do delito.

Cena anteriormente presenciada nas capitais do país chega ao interior de Minas, mais precisamente em Bom Despacho. Seis ônibus foram incendiados na noite de quarta-feira e a motivação teria sido vingança. A Polícia Civil investiga o caso e procura pelos autores.
De acordo com testemunhas, o incêndio começou por volta das 21h, quando os vizinhos sentiram cheiro de queimado e ao saírem na rua viram os veículos em chamas. Imediatamente acionaram a Polícia Militar e tentaram conter as chamas usando baldes e mangueiras.
Ao chegar ao local, militares acionaram o Corpo de Bombeiros de Nova Serrana, já que Bom Despacho não possui uma unidade, além de caminhões pipa da prefeitura e de uma empresa particular. De acordo com informações da assessoria de comunicação da Polícia Militar, o caminhão pipa da prefeitura não compareceu ao local.
O primeiro caminhão a chegar foi o da empresa particular que começou a conter as chamas. Cerca de uma hora depois a unidade de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros também chegou ao local e conteve as chamas. Todo o trabalho de combate às chamas durou cerca de quatro horas.
Cinco, dos seis ônibus, ficaram totalmente destruídos e um teve a lateral queimada. Os veículos pertencem a uma empresa particular e eram usados para transportar funcionários de uma fábrica na cidade de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul. O proprietário acredita em um prejuízo de mais de R$ 400 mil.

 

Suspeitos
De acordo com os primeiros levantamentos da Polícia Militar, os suspeitos de terem ateado fogo nos ônibus são cinco menores com idade entre 12 e 16 anos. Os mesmos infratores furtaram baterias dos veículos incendiados há alguns meses e, após serem apreendidos, disseram que iriam se vingar.
Dois adolescentes já foram ouvidos pelos militares, mas negaram a autoria do delito. A investigação agora está a cargo da Polícia Civil.

 

 

Crédito da foto : Valmir Rogério / Jornal Fique Sabendo

policia, ainda, busca, suspeitos, incendiaram, onibus, despacho

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.