terça-feira, 26 de Julho de 2016 17:13h Atualizado em 26 de Julho de 2016 às 17:16h. Polícia Civil de Minas Gerais

Polícia Civil cumpre mandado de prisão contra vereador de Santa Luzia

A Polícia Civil de Minas Gerais cumpriu, nesta terça-feira (26), mandado de prisão contra Pedro Martins Damião

O vereador de Santa Luzia, que estava foragido, se apresentou no Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, em Belo Horizonte. Com a prisão, a PCMG conclui a primeira fase da Operação Limpeza, pela qual foram indiciadas 19 pessoas que irão responder pelos crimes de fraude de execução, peculato, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa. A investigação, que está em curso há cerca de um ano, desarticulou o esquema de fraude na licitação para prestação de serviços de locação de máquinas para a limpeza urbana de Santa Luzia em 2013.

 

 

O valor do contrato, à época, era de R$ 33.789.872,41. Conforme apurou a Polícia Civil, as três empresas concorrentes do processo licitatório – Cooptral, Empreiteira Santa Luzia e Terraplanagem Santa Inez – não possuíam capacidade técnica para a locação dos duzentos veículos objeto do contrato. Entretanto, com o favorecimento de membros da administração do município, a Cooptral venceu o pregão e foi contratada. Ainda estão foragidos Lacy Carlos Dias, presidente da Câmara dos Vereadores de Santa Luzia, e Ailton Gomes da Silva, vice-presidente. Quem tiver alguma informação, pode entrar em contato pelo disque denúncia 181. A ligação é anônima e o sigilo é garantido.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.