terça-feira, 4 de Junho de 2013 06:13h Atualizado em 4 de Junho de 2013 às 06:18h. Erik Ullysses

Polícia Civil de Itúna desmancha laboratório de refino de cocaína na cidade

Laboratório funcionava no bairro Morada Nova e foi descoberto durante a madrugada de domingo (02) pela PC

Um laboratório de refino de cocaína foi desmanchado pela Polícia Civil durante o domingo na cidade de Itaúna. O laboratório funcionava em uma residência situada no bairro Morada Nova e foi descoberto durante a madrugada. Além dos entorpecentes encontrados no local, um homem de 22 anos foi preso, suspeito de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas.


Segundo a Polícia Civil, no local foram apreendidas 100 gramas de cocaína. A suspeita é que a residência era utilizada como uma mini fábrica do entorpecente. Também foram apreendidos na residência diversos materiais utilizados no refino dos entorpecentes, como 25 quilos de ácido bórico e anestésicos, maisena, bicabornato de sódio, além de produtos para misturar nas drogas e uma balança de precisão.


Ainda de acordo com a Polícia Civil, além do suspeito de 22 anos que foi preso, outros dois indivíduos que fazem parte da quadrilha já foram identificados.

Os policiais civis acreditam que a quadrilha é composta por ao menos seis integrantes. O jovem que foi preso é considerado pela PC como um dos maiores traficantes de Itaúna e possuí passagens pela polícia por furto, roubo e receptação. Os investigadores continuam buscando os outros integrantes do grupo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.